Você sabia que praticar atividade física regularmente promove um aumento da produção de células do cérebro? Você sabia que a falta da atividade física é a responsável por mais de 10% das mortes entre a população brasileira. Você sabia que atualmente no Brasil mais de 70% das pessoas estão acima do peso ideal?

Vejam quais são os benefícios do exercício físico para a sua saúde! Saiba porque se manter fisicamente ativo é crucial para ter uma qualidade de vida melhor e entenda a importância disso para as crianças, jovens e idosos. Fique atento também aos principais erros envolvendo a atividade física, observe quão grave são os riscos.

Uma pessoa ativa fisicamente gasta aproximadamente 2.200 calorias por semana. Para ser considerado ativo, a pessoa precisa se exercitar pelo menos meia hora por dia. Este valor por variar de acordo com a pessoa, o tipo e a intensidade do exercício, o clima e muitos outros fatores.

A pessoa pode ser influenciada até mesmo pelo local onde vive! Pesquisas apontam que apenas 30% da população que mora em centros urbanos, estão fisicamente ativas.

Os exercícios físicos podem ajudar no combate a depressão, mau humor e ansiedade. Isso ocorre graças a liberação de hormônios relacionados a sensação de bem estar e melhoria no estado de humor.

As pessoas que são ativas fisicamente tendem a sofrer menos com as dores, visto que os exercícios oferecem uma ação analgésica natural. A endorfina liberada durante as atividades físicas tem importante papel nesta função.

Quais os benefícios de uma vida fisicamente ativa?

Qual a importância da atividade física para crianças, jovens, adultos e idosos?

  • As gestantes podem se exercitar naturalmente! Contando com um acompanhamento correto e dosando bem os exercícios, os benefícios são inúmeros. Fortalecimento muscular, manutenção da boa postura, melhorias no condicionamento cardiovascular e muitos outros.
  • As pessoas que praticam atividade física regularmente tem melhor capacidade de concentração, raciocínio e desempenho cognitivo. Segundo um estudo realizado na Suécia, isso ocorre graças a uma oxigenação maior e mais eficiente do cérebro.
  • Mesmo não sendo o ideal, realizar atividade física diariamente por apenas 15 minutos pode aumentar a expectativa de vida da pessoa consideravelmente. O mais indicado pelos especialista são 30 minutos diários. Mas sem dúvidas, os 15 minutos são melhores que nada!
  • Ser uma pessoa ativa fisicamente pode te dar uma longevidade maior. Estudos mostram que quem se exercita regularmente tem até 50% menos chances de desenvolver doenças crônicas e problemas cardiovasculares.

Até aqui listamos razões positivas para buscar uma vida fisicamente ativa, mas existem pessoas que exageram neste ponto e acabam cometendo excessos que podem prejudicar e muito a sua saúde. Na sequência do artigo, vamos apresentar as atitudes que devem ser evitadas.

  • A pratica excessiva de exercícios pode causar um problema chamado overtraining. Neste caso, as pessoas ficam incapacitadas de realizar alguns exercícios, ou sofrem muitas dores quando o fazem. Sendo assim, se o volume e a intensidade não forem controlados, há um risco muito grande de desenvolver graves lesões.
  • Pessoas que passam horas se exercitando de maneira incorreta podem desenvolver um transtorno compulsivo e elas podem sofrer com insônia, dor de cabeça, dor no corpo, queda de cabelo, unhas fracas, pele ressecada e tudo isso tem relação com a grande ansiedade.
  • Exercícios físicos realizados fora do padrão de movimento adequado e excedendo o volume e intensidade, certamente irão prejudicar a saúde das articulações, dos músculos e oferecer diversos riscos ao coração.
  • A pratica exagerada de exercícios físicos promove um aumento na produção dos radicais livres, que estão diretamente relacionados com o envelhecimento precoce. Problemas renais e no fígado também são comuns entre as pessoas que não dosam os treinos.
  • As mulheres podem ter problemas relacionados ao ciclo menstrual. Se o treino for descontrolado, as chances de provocar um atraso ou até mesmo ausência de sangramento é muito grande.

Agora vamos focar um pouco na importância da atividade física para a vida das crianças e jovens. Vejam como pequenas atitudes podem garantir uma saúde melhor no futuro e prevenir diversas doenças.

  • As crianças de hoje têm um preparo físico absurdamente inferior ao das crianças de 10 anos atrás. Isso está diretamente relacionado com a mudança do padrão de vida, onde as crianças abandonaram as brincadeiras de rua e adotaram uma diversão mais virtual.
  • Em um estudo realizado na Austrália, os resultados mostram que as crianças e jovens de hoje são 20% mais propensas a desenvolver doenças graves como a diabetes e a obesidade por exemplo.
  • A atividade física na infância e adolescência além de combater estas doenças, promove melhoria na postura corporal, fortalecimento muscular, desenvolvimento da agilidade, equilíbrio, flexibilidade e coordenação motora.
  • O mais indicado é estimular as atividades coletivas. Desta forma, além de todos os benefícios citados no ponto anterior, a criança desenvolve a tomada de decisão em grupo, companheirismo, coletividade e há uma interação social natural.
  • As crianças que se exercitam regularmente e com uma orientação correta, tem ótimos resultados no combate e controle às doenças respiratórias como por exemplo, asma e bronquite.

Partimos agora para os benefícios da atividade física na terceira idade. Ao contrário do que muitos imaginam, manter os idosos ativos é a melhor forma de aumentar sua qualidade de vida.

  • Naturalmente, a força muscular tende a diminuir cerca de 15% a cada dez anos, mas após os 60 anos, este percentual de perda é muito maior. Para retardar este prejuízo, os exercícios físicos tem papel fundamental na vida do idoso.
  • A pratica de atividade física orientada na terceira idade permite que o idoso tenha mais força, mais condicionamento físico, melhor equilíbrio e isso é muito importante para reduzir as quedas que são muito perigosas nesta idade.
  • As atividades físicas são indicadas para prevenção e tratamento da osteoporose, que também é um problema muito comum entre os idosos.
  • Estudos apontam que os idosos que se exercitam regularmente tem até 35% menos chances de desenvolver infecções respiratórias e urinárias.
  • Por fim, os estudos chamam a atenção para a redução considerável no atendimento médico entre os idosos fisicamente ativos. A consequência desta incidência menor de problemas de saúde é uma redução considerável no gasto com remédios e uma qualidade de vida muito melhor.

Considerações Finais

Ficou bem claro a importância de se manter fisicamente ativo indiferente da sua idade? Esperamos que a resposta tenha sido sim! Sempre alertamos sobre os riscos de se exercitar sem a orientação de um Educador Físico e sem a liberação médica para se exercitar. Portanto, só inicie qualquer atividade física depois de realizar a avaliação e todos os exames necessários.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)