Atividades físicas sem orientação, quais os riscos?

Escrito na categoria "Atividades físicas e lesões" por Bruno Almeida.

A constante busca por um corpo considerado perfeito faz com que as pessoas estejam tomando atitudes cada vez mais alarmantes. A procura por academias de musculação, cresce cada vez mais, até ai nenhum problema, mas as preocupações começam quando a busca pela prática de atividade física não visa promover a saúde, mas sim, prioriza o lado estético.

Talvez você esteja se perguntando, mas qual o problema de buscar um corpo bonito, músculos mais definidos? Na verdade este não é o problema, mas sim, a forma com que as pessoas buscam isso que é preocupante. Para alcançar estes objetivos citados, o processo pode ser demorado e nem sempre as pessoas sabem respeitar esta evolução natural do corpo.

Foi pensando nisso que trouxemos este artigo que fala sobre os riscos de praticar atividade física sem orientação. Se você observar nossas postagens, estamos sempre alertando sobre a importância de contar com um acompanhamento de um médico e de um profissional de Educação Física.

Por que a orientação é importante?

Mesmo que você tenha anos de prática na atividade física, seja ela uma corrida ou uma pedalada, e também na musculação, as chances de você realizar algum movimento errado é muito grande, e estes erros a longo prazo podem trazer graves problemas para seu corpo. A orientação servirá para avaliar, detectar e corrigir estes possíveis erros e te oferecer uma prática sempre saudável.

E como já foi dito, a pessoa que treina por conta própria, dificilmente irá respeitar os prazos corretos de evolução. A pressa para emagrecer, a pressa para ganhar massa muscular é notada diariamente nestes ambientes e com isso, as chances desta pessoa acelerar o processo de troca de cargas e errar na intensidade e/ou volume é muito grande.

Quais os malefícios da atividade física sem orientação?

Quando existe este excesso, a pessoa entra no overtraining, que de acordo com o Dicionário Oxford de Ciência da Medicina do Esporte, é uma síndrome muito complexa, que apresenta diversos sinais e sintomas, que provocam uma fadiga mental, rápida deterioração do desempenho e aumenta os riscos de lesões.

O principal sintoma é a redução de desempenho, mas além disso a pessoa sofre com: insônia, dores musculares, ansiedade, agressividade, cansaço excessivo, aumento da pressão arterial, problemas articulares e alteração dos batimentos cardíacos.

Quais os riscos de se exercitar sem orientação?

Por que treinar sem orientação é perigoso?

Além do overtraining, existem muitos outros malefícios para as pessoas que treinam sem orientação, ou não respeitam esta orientação de maneira correta. Nesta lista que vamos apresentar, vamos mostrar alguns problemas que vão desde os mais simples, até aqueles que podem colocar sua vida em risco, são eles:

Considerações Finais

Ficou bem claro que as atividades físicas devem respeitar o tempo de descanso e a sua condição física? E que a evolução deve ser gradativa e sempre orientada por um profissional de Educação Física? Se as respostas foram sim, você realmente compreendeu que a prática incorreta só irá causar danos à sua saúde, e agora você está pronto para mudar as atitudes incorretas e buscar uma forma ideal de se exercitar.

A nossa dica final é que você busque um profissional especialista da área, apesar do educador físico ter uma formação bem ampla, a sua especialização faz com que ele tenha mais domínio sobre um determinado assunto. Sendo assim, se você quer malhar, busque um professor de musculação, se você quer correr, busque um professor de corrida, e assim você irá maximizar os resultados e os benefícios.

Sobre o autor

Autor Bruno Almeida

Bruno Almeida é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica.

Deixe um comentário