O tema de hoje é o treino funcional que tem ganhado cada vez mais adeptos, mas o que será que este tipo de treinamento tem de tão interessante? Neste artigo falar um pouco mais sobre exercícios de treinamento funcional e as suas características, além de apresentar todos os benefícios que o treino funcional pode oferece!

Treino funcional: O que é?

O método deste tipo de treino é bem mais dinâmico do que os treinos convencionais! O treinamento funcional basicamente engloba uma série de exercícios que visa estimular e trabalhar as diferentes capacidades físicas.

Portanto, se você quer melhorar a flexibilidade, força, agilidade, equilíbrio ou coordenação motora sem aquela rotina monótona das academias, este tipo de treino é uma excelente opção!

Treino funcional: Características

Ao contrário da musculação na academia que trabalha os músculos separadamente, as pessoas que optam pelo treinamento funcional realizam exercícios bem mais complexos que podem contar ou não com a ajuda de alguns acessórios. Apesar do treino funcional oferecer muitos benefícios, os riscos são mais altos do que em uma academia, e é exatamente por isso que os treinos devem contar com orientação de um educador Físico!

Treino funcional, exercícios.

O que é treinamento funcional e quais os benefícios?

Treino funcional: Quem pode fazer?

O treinamento funcional pode ser praticado por qualquer pessoa em qualquer idade, desde que tenha passado por uma avaliação médica e tenha obtido à liberação para se exercitar! A evolução na modalidade depende de muitos fatores, as pessoas que sempre praticaram atividades esportivas naturalmente vão ter uma adaptação muito mais rápida.

Quando falamos ao longo do artigo que é um tipo de treino mais complexo, não quer dizer que a pessoa não vá conseguir! Cabe ao orientador adaptar as rotinas de treino à sua capacidade. Sendo assim, à medida que a pessoa vai evoluindo, a complexidade e intensidade vai aumentando

Vários exercícios usam apenas a carga do corpo como peso, visando associar a força e o equilíbrio para uma realização bem dinâmica. Em alguns exercícios os acessórios são usados para aumentar a gama de movimentos trabalhos e obter ainda mais benefícios. Geralmente os acessórios são:

  • Bola suíça
  • Cones
  • Cordas
  • Bosu
  • Cinto de tração
  • Medicine ball
  • Colchão de exercício
  • Mini trampolim,
  • Theraband

Treino funcional: Benefícios

O treino funcional pode oferecer uma lista enorme de benefícios, e isso é possível justamente pela variedade e complexidade dos movimentos que são realizados no treinamento.

O treino funcional promove um ótimo gasto energético, favorece a tonificação muscular, melhora a flexibilidade, o equilíbrio, a agilidade, a força e a coordenação motora, ou seja, trabalha todas as capacidades físicas! Além disso, o treino funcional é muito bom para fortalecer o sistema cardiorrespiratório, melhorar a autoestima e promover uma boa interação social!

Neste vídeo que trouxemos vocês podem conferir uma reportagem muito bacana sobre o treinamento funcional e como ele pode melhorar a qualidade de vida de muitas pessoas. Também é possível ver alguns exercícios que são realizados em um treino funcional, vale muito a pena conferir!

Apesar do método do treino funcional estar fazendo muito sucesso atualmente, ele já existe há muitos e muitos anos! Saiba que você só deve iniciar no treino funcional se os objetivos que você tem ao se exercitar batem com os métodos da atividade que está praticando!

Se você se interessou por este assunto e gostaria de sabre algo mais sobre o funcional, deixe nos comentários a sua dúvida que iremos pesquisar e trazer as repostas o mais rápido possível.

Novamente alertamos para os riscos de realizar atividade física sem orientação profissional. Acredite, você pode ficar extremamente debilitado ou até colocar a sua vida em risco. Portanto, é melhor evitar estes riscos desnecessários!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)