Como melhorar a flexibilidade? Este é o tema deste artigo e nele vamos mostrar como estimular e treinar uma das capacidades físicas mais importantes que tem. Saiba quais os exercícios de alongamento escolher para treinar a flexibilidade e melhorar a sua qualidade de vida!

Flexibilidade: Qual a importância?

Dentre as capacidades físicas, a flexibilidade é muito importante para qualquer pessoa, mas principalmente para as que praticam atividades físicas que exigem uma grande amplitude de movimento!

Para ser considerado um verdadeiro treino de flexibilidade, é importante que a pessoa esteja muito bem orientada e que este trabalho tenha como objetivo desenvolver e melhorar a flexibilidade de uma ou várias articulações!

O que é flexibilidade?

A flexibilidade é a capacidade de realizar algum movimento de grande amplitude. Existem variações nos níveis de flexibilidade de acordo com cada pessoa, de acordo com a articulação e também o tipo de movimento. Existem 3 fatores condicionantes da flexibilidade que são:

  • Fatores osteoarticulares
  • Fatores musculares
  • Fatores neuromusculares
Exercícios de alongamentos

Como treinar e melhorar a flexibilidade?

Flexibilidade: Como treinar?

Para treinar e melhorar a flexibilidade é necessário planejar e executar corretamente uma série de alongamentos que devem ser escolhidos de acordo com à articulação ou às articulações que visa trabalhar!

Ao contrário do que muitos imaginam, o treino de flexibilidade vai muito além daqueles alongamentos básicos que realizamos pouco antes de se exercitar! Na verdade, o treino deve muito bem planejado e executado regularmente.

As pessoas que tem o objetivo de aumentar a amplitude dos movimentos precisam se alongar e buscar a evolução progressiva. Isso só é possível com treinos longos e bastante paciência, visto que a flexibilidade é uma capacidades físicas de evolução lenta!

Quando a pessoa se alonga sem orientação capacitada ou sem respeitar as orientações passadas pelo Educador Físico, ela pode afetar o equilíbrio estrutural e funcional das articulações, sendo que em alguns casos, a lesão pode ser crônica e interferir na qualidade de vida daquela pessoa!

Flexibilidade: Quais os benefícios?

Quando você consegue treinar e melhorar a sua flexibilidade, os benefícios são muitos! E ao contrário do que muitos pensam, isso não é importante apenas para quem pratica esporte, na verdade esta evolução pode facilitar até mesmo a realização de diversas tarefas do seu cotidiano! Os principais benefícios são:

  • Maior eficiência na realização dos movimentos simples e complexos
  • Maior eficiência energética
  • Melhoria na capacidade de alterar do estado passivo para o ativo
  • Fortalecimento dos elementos contrácteis do corpo
  • Melhoria na postura
  • Melhoria no relaxamento muscular
  • Redução da incidência de lesões musculares

Treino de flexibilidade: Quais os cuidados?

Durante o treino de flexibilidade a pessoa deve estar em ambientes calmos e totalmente concentrada evitando distrações externas. Para se alongar a pessoa precisa sentir um pouco de incomodo, ou seja, se ela estiver realizando o movimento sem sentir nada, aquele exercício tem benefício zero. Mas é importante frisar que a dor não deve ser absurda, então você deve dosar bem a intensidade de cada alongamento para evitar lesões!

Você jamais deve forçar demais uma articulação para tentar conseguir grandes resultados de uma vez só! Isso não é recomendado por ser extremamente perigoso. Outro aviso é que você jamais deve realizar alongamentos intensos depois de exercícios de grande intensidade!

Todos os exercícios de flexibilidade devem ser realizados em posições corporais equilibradas e bem confortáveis, para reduzir ao máximo as tensões musculares desnecessárias.

O tempo de duração e o número de repetições de cada alongamento, bem como a amplitude de cada movimento deve ser orientado pelo Educador Físico, que saberá qual o seu limite após realizar testes e avaliações da sua flexibilidade.

É preciso informar que a diminuição da flexibilidade acontece rapidamente quando paramos de treinar, ou seja, é fundamental treinar a flexibilidade várias vezes durante a semana. Qualquer dúvida deve ser tirada com seu orientador físico.

Vale lembrar que todo exercício físico deve ser orientado por um profissional de Educação Física, principalmente quando o objetivo é melhorar uma capacidade física tão sensível quanto a flexibilidade. Saiba que ao realizar um alongamento, um simples movimento errado por causar uma lesão gravíssima. Então é melhor não correr este risco, siga as orientações corretas!

Este foi o primeiro artigo da série de como treinar as capacidades físicas, se você quer saber como treinar a força, a resistência e as outras capacidades físicas, continue acessando o site nos próximos dias! Se tiver ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder com o maior prazer.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)