Buscar o peso ideal é bom tanto para o lado estético, mas principalmente para a saúde! Em grande parte dos casos, com apenas algumas mudanças de hábitos bem simples já é possível alcançar este objetivo. Não podemos deixar de falar que existem muitas distrações pelo caminho e elas vão te atrapalhar demais se não houver bastante dedicação e força de vontade.

O período noturno é um dos maiores vilões de quem quer emagrecer. Diversas vezes, são os hábitos noturnos que contribuem para nos fazer ganhar os indesejados quilinhos extras. Para as pessoas que querem e também para aquelas que precisam emagrecer, é necessário se monitorar ao máximo, evitando estes costumes que vamos citar neste artigo.

Quais hábitos noturnos ajudam a engordar?

Tempo insuficiente de sono – Quando as pessoas dormem pouco, elas contribuem para que haja uma alteração negativa do metabolismo tornando-o bem mais lento. Dormir pouco também pode te deixar bem cansado ao longo do dia, ou seja, naturalmente você fará menos exercícios ou deixar de ser exercitar, o que é ainda pior. Sendo assim, é muito importante ter entre sete e oito horas de sono de boa qualidade.

Jantar uma grande quantidade – A janta é uma refeição que pode ser decisiva no seu ganho de peso, sendo assim, é importante controlar a quantidade ingerida e principalmente a qualidade dos alimentos consumidos nesta refeição. Se você comer demais, principalmente se for alimentos pesados de digestão lenta, as chances de acumular calorias são enormes.

Jantar engorda, como evitar?

Comer de madrugada e jantar demais são hábitos que te atrapalham na luta contra a balança, vejam como mudar isso.

Jantar próximo ao horário de dormir – Outro aspecto negativo de consumir alimentos pesados na janta, é que o organismo vai precisar trabalhar na digestão durante a noite, com isso a qualidade do sono fica extremamente afetada. O mais indicado, é que haja um intervalo de pelo menos uma hora e meia entre a janta e o horário de dormir.

Jantar frituras – O consumo de frituras no jantar é extremamente negativo para quem busca controlar o peso corporal. Estes alimentos oferecem uma quantidade muito grande de calorias que não serão queimadas durante a noite, tornando-se gordura acumulada. O mais indicado é optar pelos alimentos de digestão leve.

Carboidratos durante a noite – Apesar dos carboidratos serem a fonte principal de energia para o nosso corpo, o período noturno é o horário em que menos gastamos energia, ou seja, quanto mais carboidrato ingerir, maior será o acumulo em forma de gordura. O organismo faz isso, imaginando que você pode precisar desta energia depois, sendo assim, se você só ingerir e não gastar, a tendência é acumular cada mais.

Cuidado com as sobremesasO açúcar é um grande vilão na luta para emagrecer. As sobremesas são guloseimas que quase sempre possuem um nível altíssimo de açúcar em sua composição. Ele acumula nas células em forma de gordura e por isso a sua ingestão não é recomendada à noite.

Pequenas visitas à cozinha – Este é um hábito noturno muito comum de quem dorme pouco, mas existem pessoas que acordam durante a noite para ir à cozinha buscar algo para comer. Esta atitude deve ser evitada ao máximo, principalmente se a pessoa já tiver jantado. Os especialistas informam que isso só servirá para que você consuma mais calorias que não serão gastas.

Consumo de álcool ou cafeína – Evite ao máximo consumir bebidas alcoólicas ou cafeína em excesso, principalmente no período noturno! Estas bebidas tem componentes que alteram negativamente o seu sono e contribuem alarmantemente para o ganho de calorias.

Considerações Finais

Para começar a emagrecer, é muito importante evitar o consumo de alimentos muito calóricos e adotar uma alimentação rica em fibra e vitaminas. Indicamos que você busque a orientação de um nutricionista para te ajudar a definir quais os melhores alimentos e a quantidade ideal a ser ingerida. Por fim, alertamos sobre os riscos das dietas restritivas, já falamos disso aqui no Buscar Saúde.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)