A inatividade tem se tornado algo muito frequente, principalmente com a modernização. As pessoas precisam se movimentar cada vez menos para ir aos lugares que precisam e também para conseguir as coisas que querem. Infelizmente o sedentarismo é um problema mundial e dentre as suas terríveis consequências, a obesidade está entre os mais graves. Quanto mais distante do peso ideal a pessoa tiver, maiores são as chances de desenvolver graves doenças.

O que é a obesidade?

A obesidade é uma doença crônica que pode ser causada por diversos fatores, mas é caracterizada pelo aumento excessivo da reserva natural de gordura. Este acumulo de gordura é resultado de um balanço energético positivo, ou seja, a pessoa está gastando menos caloria do que está ingerindo.

Quais as consequências da obesidade?

Entre as graves consequências da obesidade, vamos começar falando dos problemas psicológicos. Principalmente neste atual momento onde o padrão de beleza imposto pela mídia é quase que uma regra, o fator psicológico destas pessoas fica muito abalado, a pessoa com obesidade geralmente tem problemas com a autoestima e depressão.

Obesidade causa diabetes

A pessoa que está no grupo dos obesos tem muito mais chances de desenvolver diabetes tipo 2, que também é uma doença crônica. A diabetes tipo 2 atinge a forma como o organismo realiza a metabolização da glicose, se ela não for acompanhada de maneira correta, ela pode ser fatal.

Obesidade causa acidente vascular cerebral

O acidente vascular cerebral que é conhecido por muitas pessoas como derrame, é caracterizado por uma rápida perda das funções neurológicas que geralmente são provocadas por um entupimento ou rompimento dos vasos sanguíneos do cérebro. Este problema pode ser fatal ou deixar a pessoa com terríveis sequelas.

Obesidade causa doenças cardíacas

A pessoa com obesidade também está mais propensa a desenvolver várias doenças cardíacas. Este problema está relacionado com o acumulo de gordura no interior das principais artérias do nosso corpo. Portanto, também é um grave problema que requer um acompanhamento frequente.

A obesidade causa quais doenças?

Quais os piores riscos da obesidade?

Obesidade causa hipertensão arterial

Graves alterações na pressão arterial também são problemas constantes na vida das pessoas com obesidade. A hipertensão arterial que é crônica, faz com que o coração precise se esforçar muito acima do normal para conseguir bombear o sangue por todo o corpo. Pessoas com problemas de pressão devem ter um acompanhamento médico e tomar vários cuidados, principalmente quanto à alimentação.

Obesidade causa insuficiência renal

A insuficiência renal é outra grave consequência da obesidade. Esta doença é caracterizada pela falência dos rins, ou seja, eles não conseguem filtrar o sangue com eficiência, acumulando cada vez mais substâncias tóxicas no organismo deste indivíduo.

Obesidade aumenta o colesterol

O colesterol é uma gordura encontrada naturalmente em nosso corpo e tem várias funções importantes. Mas em excesso, ele está diretamente relacionado com o desenvolvimento de doenças do coração. Vários fatores podem contribuir para o aumento do colesterol, dentre eles estão: hereditariedade, predisposições genéticas, sedentarismo e é claro a obesidade.

Obesidade causa problemas nas articulações

A pessoa com excesso de peso fatalmente irá desenvolver problemas articulares. A causa é a sobrecarga muito maior nas articulações, principalmente da coluna vertebral, joelhos, tornozelos e quadril. O principal sintoma é uma dor constante e intensa.

Obesidade aumenta o risco de câncer

O aumento das chances de desenvolver um câncer também é uma realidade na vida das pessoas com obesidade. A perda de peso é fundamental para prevenir este problema, ou seja, a reeducação alimentar e pratica de atividade física regular são as principais e imediatas alterações na vida destas pessoas.

Na sequência deste artigo trouxemos um vídeo que fala ainda mais sobre este grave problema que é a obesidade. Vejam como pequenas alterações na sua rotina podem te ajudar a mudar este quadro.

Considerações finais

Apesar de todos os riscos apresentados, as pessoas ainda se prendem muito ao lado estético, mas isso não deve continuar assim. A pessoa deve compreender que aquele quadro atual não é o final, ela pode mudar esta realidade, mas vai precisar de muita paciência e força de vontade.

Apesar de ser uma longa caminhada até chegar ao peso ideal, esta batalha contra a balança se faz necessária, justamente por todos os perigos listados neste artigo. Pensar na sua saúde é pensar em uma vida melhor.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)