O número de pessoas que pesquisa sobre depressão é extremamente alto e isso nos deixou bem impressionado! As dúvidas mais comuns são sobre os sintomas de depressão e quais as causas da depressão. Neste artigo vamos falar tudo sobre depressão e como você pode ajudar uma pessoa deprimida!

Depressão: O que é?

A depressão é uma doença caracterizada pela diminuição ou perda completa pelo interesse e prazer de viver, deixando a pessoa com depressão constantemente angustiada. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), a depressão atualmente é considerada a quarta principal causa de incapacitação.

Depressão: Quais as consequências?

A depressão é um transtorno psiquiátrico que pode atingir as pessoas de qualquer idade, mas estudos mostram que é mais comum entre as mulheres. Este desânimo e tristeza inacabável é fruto de um desequilíbrio na bioquímica cerebral, que causa diminuição dos níveis de serotonina que é responsável pela sensação de bem-estar.

Depois de muitos estudos descobriu-se que a depressão não provoca apenas a sensação de profunda infelicidade, mas também causa várias alterações fisiológicas como por exemplo, a redução da eficiência do sistema imunológico, aumentando a quantidade de processos inflamatórios.

Sintomas de depressão

Tudo que você precisa saber sobre a depressão e formas de prevenir!

Sintomas de Depressão

Os principais sintomas já foram ditos! A pessoa perde totalmente o desejo de se divertir e não apresentar sinais mínimos de facilidade, mas existem vários outros sintomas que podem mostrar que a pessoa sofre de depressão, são eles:

  • Irritabilidade
  • Baixa autoestima
  • Angústia
  • Comportamentos compulsivos
  • Cansaço
  • Disfunções sexuais
  • Fraqueza
  • Sensação de impotência ou incapacidade
  • Ansiedade exacerbada
  • Dificuldade para se concentrar
  • Pensamentos pessimistas
  • Insônia
  • Falta de interesse por atividades prazerosas
  • Pensamentos constantes sobre a morte

Depressão: Fatores de risco

  • Ansiedade
  • Histórico familiar
  • Transtornos psiquiátricos
  • Traumas psicológicos
  • Estresse
  • Separação conjugal
  • Excesso de peso
  • Disfunções hormonais
  • Sedentarismo
  • Vícios com drogas
  • Traumas físicos
  • Problemas cardíacos

Depressão: Como prevenir?

Como falamos, a depressão consistem na perda de prazer e interesse pelos momentos felizes. Portanto, para afastar a tristeza profunda é importante controlar as situações estressantes, conversar com amigos e familiares compartilhando todas as dificuldades do dia a dia.

Caso esteja começando a ficar entediado, busque novas experiências, novos hobbies e novas amizades, porque tudo isso é importante para manter a mente ativa e livre de pensamentos negativos. O indicado é conviver com pessoas otimistas, porque quando estamos com princípio de depressão, qualquer pensamento negativo pode ser gravíssimo.

Praticar atividade física regularmente é uma das melhores maneiras de prevenir a depressão, visto que ao se exercitar, há uma enorme liberação de hormônios e outras substâncias estimulam a sensação de bem-estar.

Depressão: Como diagnosticar?

Na internet existem vários testes e questionários que prometem confirmar a existência ou não da depressão, mas estes métodos não são comprovados cientificamente e apesar de ajudar a compreender a importância de buscar ajuda, estes testes não devem ser levados como verdade absoluta.

Sendo assim, apenas uma avaliação apurada de um médico especialista pode definir de a pessoa está com depressão ou não. Para isso, o médico irá observar o histórico do paciente, da sua família, questionar sobre os sintomas de depressão e em alguns casos, pode ser necessário realizar alguns exames. Somente após observar detalhadamente cada aspecto é que pode ser confirmado ou não se a pessoa está com depressão leve, moderada ou grave.

Depressão: Tratamento

Como falamos, a depressão pode ser classificada como leve, moderada ou grave e isso também influencia na duração do problema. Em alguns casos, a depressão pode ser facilmente tratada em algumas semanas, mas existem casos gravíssimos que podem durar anos.

O tratamento adequado deve ser feito com a orientação de um psiquiatra e um psicólogo. Os medicamentos antidepressivos podem ser prescritos ou não, dependendo da intensidade da depressão.

O psicológico tentará buscar as causas da depressão e principalmente, como a situação pode ser resolvida. O acompanhamento psicológico é importantíssimo, porque em grande parte dos casos os remédios demoram a fazer efeito.

O psiquiatra também pode ser importante no tratamento da depressão, porque ele busca identificar os conflitos, auxiliando os pacientes com depressão para conseguir encarar cada situação e afastar o abatimento e desânimo.

No processo de tratamento várias mudanças de hábitos podem ser indicadas para combater a depressão. Vários estudos mostram os benefícios da música para combater diversas doenças, e isso tem sido usado contra a depressão. As atividades físicas e outros antidepressivos naturais também são usados para prevenir e combater a depressão, estimulando a pessoa para experimentar atividades prazerosas.

A depressão é realmente um problema muito grave e as pessoas que convivem com uma pessoa depressiva podem ajudar demais. Para isso, é importante conhecer todos os hábitos das pessoas, observando mudanças drásticas sem explicação. Sempre que notar algo muito estranho, busque a orientação capacitada e tente sempre ajudar a pessoa a se livrar da depressão.

Se tiver ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder. Continue acessando o Buscar Saúde, porque temos muitas dicas sobre atividade física, alimentação e vários outros artigos que podem te ajudar a melhorar a sua qualidade de vida!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

4 comentários para “Depressão! Sintomas, causas e tratamento!”

  1. Rosimere

    Tenho um irmão em depressão há 12 anos, não aceita mais tratamentos e estamos s/ saber o que fazer, não temos planos de saúde. Ele mora com minha irmã e ela precisa trabalhar e o meu irmão fica sozinho. O mesmo não esta tomando medicação a anos e esta cada vez piorando mais. Preciso de uma orientação de vocês. Por favor me ajude.

    Responder
    • Bruno

      Entendo a situação que está passando e imagino o quão difícil está sendo para todos os familiares. Você já tem feito tudo o possível e infelizmente quando a pessoa não se ajuda fica muito complicado. Como ele fica sozinho a maior parte do tempo, é complicado, então o primeiro passo é tentar fazer com que ele tenha ocupações neste momento que sua irmã trabalha. Tente conversar aos poucos e principalmente, tome cuidado com sua preocupação e tristeza, porque sua saúde pode ser prejudicada. Deus ilumine todos vocês, continue tentando, mas a principal mudança depende dele aceitar a ajuda médica!

      Responder
  2. Gustavo

    Olá! Eu odeio muito ir pra escola, por causa disse estou em depressão, o que devo fazer?

    Responder
    • Bruno

      Os estudos são importantes e mesmo não gostando é algo que não podemos simplesmente abandonar. Converse com seus pais sobre sua insatisfação e talvez uma mudança de escola, professores já seja o suficiente para mudar isso. Tente se motivar e buscar pequenas coisas que te deixe bem no ambiente escolar!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)