O estresse basicamente é uma resposta física e/ou emocional de um indivíduo às diversas exigências e pressões que ocorrem diariamente. Dentre as causas mais comuns do estresse, podemos citar, o trabalho, as condições financeiras, os relacionamentos familiares e amorosos, além de doenças.

Estresse e as suas causas

Às vezes, o estresse também pode ser uma coisa positiva, podendo ajudar um indivíduo a se motivar. O nosso organismo reage às situações de estresse liberando adrenalina e cortisol. O efeito da liberação destes hormônios é o aumento da pressão arterial e melhor utilização da glicose pelo cérebro. Se observamos em curto prazo, isso promove uma sensação de alerta que é positiva em algumas situações, mas estes casos são bem raros.

Em grande parte das situações, o estresse excede a capacidade da pessoa lidar com ele e nestes casos, os impactos sobre a saúde física e mental podem ser intensos. Quando observamos em longo prazo, a liberação destes hormônios em grandes quantidades pode trazer diversos efeitos colaterais sobre seu sistema digestivo, imunológico e cardiovascular.

Estresse e os seus sintomas físicos e psicológicos

Quando o estresse está em um nível controlável e tem curta duração, praticamente não existem riscos à saúde. Mas quando o mesmo é duradouro, as chances de você sair do controle é muito grande. Analise os sintomas que iremos apresentar a seguir, e caso você note 2 ou mais sintomas físicos e/ou psicológicos apresentados, o mais indicado é buscar uma avaliação médica.

  • Dificuldade de concentração
  • Falta de confiança
  • Depressão
  • Dificuldade de relaxamento
  • Dificuldade com tomadas de decisões
  • Irritabilidade
  • Tensão
  • Dores musculares
  • Pouca energia física
  • Dores de cabeça
  • Alterações significativas no apetite
  • Dificuldade para respirar
O que causa estresse?

Quais os efeitos colaterais do estresse?

Como foi dito, o estresse pode atrapalhar o funcionamento do sistema imunológico, ou seja, praticamente todo o organismo fica afetado. O sistema nervoso, digestivo, cardíaco e respiratório podem trabalhar de maneira ineficaz e em longo prazo, a pessoa com estresse pode apresentar também os seguintes sintomas:

  • Queda de cabelo
  • Palpitações cardíacas
  • Hiperventilação
  • Problemas gastrointestinais
  • Problemas de pele
  • Pressão alta
  • Resfriados e gripe recorrentes

Tratamento do estresse

Existem diversas formas de aliviar ou lidar com o estresse. Dentre elas estão várias mudanças de hábitos como por exemplo, a inclusão de atividades físicas, adesão de uma dieta alimentar balanceada, controlar melhor os horários, consultar um psicólogo e em pouquíssimos casos, a única alternativa é utilizar medicamentos controlados, mas estes só devem ocorrer com indicação médica.

Atividades físicas e dieta balanceada –  Esta dupla é a mais importante para a vida de qualquer um. Uma pessoa que tem uma boa alimentação e pratica atividades físicas regularmente, dificilmente irá sofrer com estresse, visto que a liberação de hormônios que promovem a sensação de prazer ao se exercitar é muito eficaz e com o sistema imunológico funcionando perfeitamente, as chances de ter problemas de saúde é muito menor.

Sendo assim, busque uma dieta equilibrada com um nutricionista e escolha uma modalidade que te agrade para manter o corpo fisicamente ativo. Conte sempre com a orientação de um profissional de Educação Física para realizar a atividade de forma segura e correta.

Relaxe – Os relaxamentos ajudam na redução da tensão muscular associada com o estresse. Você pode praticar ioga, meditação, Pilates, sessões de alongamentos e sessões de massagem. Estas modalidades trabalham também o controle da respiração e acredite, para muitas pessoas o relaxamento ocorre com apenas alguns minutos de boa respiração.

Psicoterapia – Às vezes tudo que a pessoa precisa é se abrir e compartilhar as diversas preocupações e pressões diárias. Algumas pessoas não conseguem se abrir facilmente e talvez a única forma disso acontecer é com a ajuda de um profissional capacitado.

Você tem um hobby?

Quase todo mundo tem um hobby, seja cantar, desenhar, pintar, escrever, etc. Naqueles dias estressantes, a melhor maneira de minimizar os efeitos desta tensão é fazer o que mais gosta. Não pense duas vezes antes de investir boas horas em seu hobby, caso não tenha tanto tempo disponível, dedique até mesmo os poucos minutos nisso.

Se o seu tão querido hobby começa a deixar de ser prazeroso, é um sinal bem claro de que o seu nível de estresse está aumentando. Portanto, mais do que nunca você precisa tomar alguma providência e combater este problema, antes que os efeitos colaterais sejam ainda mais graves.

Considerações finais

Se você suspeitar que o estresse é o causador de qualquer doença psicológica ou física, o seu médico de confiança deve ser consultado imediatamente. Apresente a ele todos os sintomas e possíveis causas, isso irá facilitar a avaliação e permitir um diagnóstico mais preciso, permitindo a indicação de um tratamento mais eficiente.

Você já teve problemas para lidar com estresse? O que você fez? Quais dicas você tem para lidar com o estresse? Conhece alguém que sofre com este problema? Indique esta publicação!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

2 comentários para “Estresse! Como evitar? Causas, sintomas e tratamento.”

  1. Maria

    Muito legal! Amei!

    Responder
    • Bruno

      Fico feliz com a aprovação e muito obrigado por comentar.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)