A dor de cabeça que também é conhecida como cefaleia, é um problema que afeta grande parte das pessoas e ela pode ser causada por vários fatores. Vejam quais os sintomas da dor de cabeça e algumas atitudes que pode te ajudar a combater este problema.

Dor de cabeça: O que é?

Como o próprio nome diz, é uma dor que aparece em qualquer região da cabeça. As dores geralmente surgem em apenas uma região, sendo classificada como isolada. Mas também existem os casos em que ela irradia pela cabeça passando de um ponto para outro. Estas dores podem surgir gradualmente ou de repente, o incomodo pode durar poucos minutos ou até vários dias. Pesquisas informam que a dor de cabeça é a queixa de maior frequência nos atendimentos médicos do Brasil.

Dor de cabeça: Quais os tipos?

Existem vários tipos de dor de cabeça e é através dos sintomas que o médico consegue realizar um diagnóstico preciso. Grande parte das dores de cabeça não indicam a existência de alguma doença grave, mas em alguns casos específicos, pode ser um sintoma de alguma situação perigosa, inclusive havendo riscos de morte. Elas geralmente são classificados como:

  • Cefaleias primárias – Elas não estão relacionadas com nenhum tipo de doença. Esta dor pode surgir por atividade química cerebral alterada, hiperatividade ou fatores genéticos.
  • Cefaleias secundárias – Elas estão associadas a alguma doença e são diversas as condições que podem causar estas dores. A sua intensidade irá depender da gravidade do problema.
Quais os tipos de dor de cabeça?

Como evitar dor de cabeça?

Dor de cabeça: Quais as causas?

Como foi dito, os sintomas são vários e dependem diretamente das causas. Nesta parte do artigo, vamos falar apenas das causas mais comuns para a dor de cabeça. Vejam como algumas mudanças de hábito podem te ajudar a combater este problema.  Conheça as causas mais comuns a seguir:

Estresse – Estudos mostram que o estresse estimula a liberação de altas doses de hormônios relacionados ao aumento da frequência cardíaca. Neste caso, a dor de cabeça pode ocorrer por causa da vasoconstrição dos vasos que irrigam a cabeça.

Calor excessivo – Em um estudo realizado com 7 mil pessoas nos Estados Unidos, o resultado mostrou que a incidência de dores na cabeça aumenta aproximadamente 7,5% para cada 5°C que aumenta na temperatura. Este problema é justificado, visto que quanto mais quente, maiores as chances de desidratação que é um quadro que favorece um distúrbio metabólico que resulta em dor de cabeça.

Sono ruim – Dormir pouco ou dormir mal é outro causador comum de dor de cabeça. Isso acontece graças a alteração dos níveis do hormônio melatonina, que tem a função de ajudar no combate a dor de cabeça. Lembrando que as pessoas que dormem mal tendem a sofrer mais com estresse, outro causador deste problema.

Refeições inadequadas – Quando a pessoa fica muito tempo sem se alimentar ou come alimentos com poucos nutrientes essências, as chances de causar uma hipoglicemia são grandes. Quando isso ocorre, há uma queda nos níveis de açúcar no sangue.

Problema de postura – Até mesmo a sua postura pode influenciar no surgimento da dor de cabeça! Isso acontece porque a má postura deixa os nervos da coluna comprimidos, fazendo com que a dor seja irradiada para a cabeça.

Esforço excessivo – Quando a pessoa realiza uma atividade muito intensa e requer um esforço muito grande, ela pode apresentar uma leve dor, sendo que em alguns casos, ela pode ser mais intensa. Se exercitar sem exagero ajuda na vasodilatação o que reduz a dor de cabeça.

Cheiros fortes – Alguns odores podem desencadear a dor de cabeça. Dentre eles podemos citar, perfumes, gasolina, solventes e cigarro. Cada pessoa reage de uma forma diferente a estes cheiros, ou seja, este problema pode acontecer com uns e não com outros.

Dor de cabeça: Como prevenir?

  • Durma o suficiente, pelo menos 8 horas por noite
  • Busque uma alimentação saudável, evite as guloseimas gordurosas
  • Pratique atividade física regularmente
  • Adote uma postura adequada
  • Atividades como meditação ou yoga são bem vindas
  • Pare de fumar
  • Realize alongamentos diários, principalmente para o pescoço
  • Utilize os óculos adequados, sempre que houver a necessidade
  • Mantenha-se hidratado
  • Evite situações de estresse e ansiedade

Dor de cabeça: Tratamento

Como foi dito, a dor de cabeça pode ser um sintoma de algo simples, mas também pode ser um sinal de alguma coisa bem grave como por exemplo, um AVC. Sendo assim, é indispensável que você busque o atendimento médico sempre que sentir que o problema está piorando.

Grande parte das pessoas faz uso de medicamentos sem a orientação médica e isso é muito perigoso. As pessoas só devem tomar qualquer tipo de medicamento quando houver uma indicação de um especialista. É importante informar que entre um dos efeitos colaterais dos analgésicos é justamente a própria dor de cabeça, ou seja, o remédio que você está usando pode estar contribuindo para este problema.

Você deve lembrar que a dor de cabeça pode ser causada por diversos fatores, com isso, o tratamento também vai variar. Portanto, apenas o médico pode prescrever o medicamento mais indicado para o seu problema. Se você seguir as orientações do seu médico e jamais se automedicar, as chances de tratar este problema corretamente é muito maior.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)