Dor no pé, o que pode ser? Existe remédio caseiro para dor nos pés? Dor em cima do pé, dor no calcanhar, dor nos pés ao levantar, são muitas as queixas das pessoas sobre dor no pé e foi pensando nestas pessoas que fizemos este artigo. Veja como agir em caso de dores nos pés e quais são as possíveis causas.

Dor no pé, o que pode ser?

A dor no pé é um sintoma muito frequente que pode surgir por várias causas, excesso de exercício, realização errada de algum movimento, problemas ortopédicos como por exemplo, esporão, tendinite, artrite ou distensão. Em grande parte dos casos, esta dor não representa nada grave e pode ser tratada com coisas bem simples em casa mesmo.

Porém, existem casos em que a dor no pé não melhora ou até piora com o passar do tempo. Nestes casos, o mais indicado é consultar um ortopedista ou um podólogo o mais rápido possível. Realize todos os exames necessários, geralmente são pedidos exames de imagem como raio X ou tomografia computadorizada, já que estes são os melhores exames para identificar problemas nesta região.

Dor no pé o que pode ser?

Quais as principais causas de dores nos pés?

Dor no pé, quais as causas?

Como foi dito no início do artigo a causa das dores nos pés pode variar muito, e a tendência é que ela seja cada vez mais frequente se não for diagnosticada e tratada corretamente. Portanto fique bem atendo às informações que vamos passar na sequência, pois possivelmente o seu problema se enquadra em uma destas situações a seguir:

  • Dor no pé quando anda – Pode ser causada por uma fascite plantar, esporão, pé chato ou até mesmo joanete. Nestes casos, a dor se intensifica quando a pessoa usa sapatos fechados ou salto alto.
  • Dor no pé depois de correr – Este sintoma pode significar que a pessoa esteja com uma distensão ou tendinite. Esta dor geralmente aparece depois de realizar exercícios intensos.
  • Dor no pé ao acordar – Pode ser um sinal de artrite, reumatismo ou até mesmo artrose. Ela surge porque há uma inflamação das articulações do pé e geralmente a sua intensidade vai reduzindo ao longo do dia.
  • Dor nos pés e nas mãos – Nesta situação o sinal apresentado por ser de artrite sistêmica ou até mesmo problemas circulatórios, que por alguma razão está dificultando a chegada de sangue nas extremidades corporais.
  • Dor no pé na gestação – Este é um sintoma muito comum e frequente durante a gravidez, facilmente justificado já que o corpo da mulher produz vários hormônios que relaxam os vasos sanguíneos, o que acaba causando inchaço e dor nos pés, principalmente no final do dia. Não podemos deixar de citar que o próprio aumento do peso, também contribui para o surgimento das dores nos pés.

Além de todas estas causas já citadas, as pessoas que sofrem com diabetes ou alterações na pele como micose por exemplo, também podem desenvolver dor no pé. Reunindo todos estes possíveis problemas, fica fácil compreender que é muito importante examinar frequentemente os seus pés, e caso haja qualquer suspeita de algo mais grave, deve-se consultar um médico imediatamente.

Dor no pé, como aliviar?

Nunca inicie qualquer tratamento por contra própria, pois isso pode agravar o problema! O que pode ser feito para reduzir a intensidade das dores até que você busque um médico, é manter o pé dolorido em repouso e fazer aplicação de compressa fria. O tratamento ideal para a dor no pé depende muito da causa do seu problema, ou seja, a definição de qual tratamento seguir deve ser orientada por um ortopedista ou um podólogo.

Para ajudar na recuperação, os médicos costumam indicar a utilização de sapatos confortáveis e flexíveis, evitando é claro o uso de sapatos apertados e salto alto. Também pode ser indicado o uso de palmilhas ortopédica, principalmente em sapatos velhos e realização de exercícios com os pés, visando manter a circulação ativa daquela região.

Para os casos onde o paciente apresenta dores mais intensas, os médicos podem receitar o uso de pomadas ou sprays anti-inflamatórios como Diclofenaco ou Gelol por exemplo, mas a pessoa só deve usá-los com indicação médica, evite todos os riscos desnecessários.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)