Você tem problemas com pé descascando? Sabe o que pode ser? Quando pesquisamos sobre este tema, encontramos várias dúvidas relacionadas sobre este problema que deixa o pé ou os pés descamando, mas a principal dúvida era certamente sobre as causas. Neste artigo reunimos as 5 principais causas e vamos explicar detalhadamente porque isso acontece.

Pés descasando, o que pode ser?

Na maioria dos casos este problema pode ser facilmente tratado, mas é muito importante ficar atento quando tiver com pé descascando, visto que este problema pode ser um sinal de algo mais grave.

Pés descascando: Fungos

Este é o principal causador de problemas com os pés descascando! Os casos de descamação da pele dos pés relacionados aos fungos são muitos, geralmente se manifestando na sola dos pés e/ou entre os dedos. Este problema também é bastante conhecido como micose, pé de atleta ou frieira!

Quando você notar algo diferente ao tirar as meias, busque um dermatologista imediatamente porque os fungos podem ir para as unhas e ai o tratamento pode ser muito mais demorado, chegando à até 6 meses quando a pessoa tem micose nas unhas!

Pomada para pé descascando

Quais são as principais causas que deixam os pés descascando?

Pés descascando: Sol

Quando uma pessoa passa muito tempo exposta ao sol sem passar protetor solar corretamente, além do enorme risco de insolação, outra consequência bem comum é a descamação da pele que ficou exposta.

Os pés são regiões negligenciadas, quase todo mundo esquece de passar protetor solar nos pés, e ai os raios solares acabam queimando o dorso do pé, provocando a descamação da pele.

Pés descascando: Alergia

A alergia pode aparecer em qualquer parte do corpo, mas no caso da alergia nos pés, ela quase sempre está relacionada com o uso de algum material especifico do calçado. Existem pessoas que tem alergia aos plásticos sintéticos, borracha e até mesmo ao corante usado na fabricação dos calçados.

Então, quando a pessoa está com problemas de pés descascando por causa de alergia, naturalmente ela vai notar outros sintomas bem específicos como por exemplo, vermelhidão e muita coceira na região afetada.

Pés descascando: Atrito

Quando a pessoa usa exageradamente salto ou chinelo, ela pode ter problemas com pés descascando, justamente por causa do excesso de atrito. No caso do chinelo, o calcanhar fica em contato constante com a base do calçado, podendo causar uma forte irritação, descamação e se o problema não for tratado pode ter até rachadura.

No caso dos sapatos com saltos a tendência é que tenha um enorme atrito, principalmente se forem novos. A pressão e a fricção do calçado pode causar a descamação dos pés. Por isso a dica é escolher sempre o calçado que mais se molde aos seus pés.

Pés descascando: Desidratação

Acredite se quiser, mas até a falta de água no organismo pode resultar neste problema! A desidratação é uma condição que desencadeia vários problemas no corpo, e os pés descascando pode ser um deles.

Isso acontece porque quando o corpo fica desidratado, ou seja, quando a pele não recebe a hidratação necessária, ela começa a ressecar e fica mais fácil ocorrer a descamação. Por isso é tão importante se hidratar na hora certa, sendo que o consumo indicado mínimo deve ser de 2 litros de água por dia.

Sabendo disso você precisa evitar estas condições que favorecem o desenvolvimento do problema. Se você tiver com pé descascando, observe se o problema vai melhorar sozinho, se não melhorar nos próximos dias ou se o problema for constante, a orientação é buscar imediatamente um dermatologista para avaliar melhor o problema e iniciar o tratamento adequado.

Se você quer se informar ainda mais sobre este problema dos pés descascando, aqui no Buscar Saúde tem outro artigo completo falando dos tratamentos, prevenção e muitas outras dicas, vale a pena conferir!

Conhece alguém que tem este problema? Envie este artigo e nos ajude a compartilhar estas importantes informações.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)