Micose, quais os tipos e como tratar?

Escrito na categoria "Hábitos saudáveis" por Bruno.

Micose na unha, micose na pele, micose na virilha, são muitos tipos de micose! Neste artigo vamos mostrar quais os tipos de micose, quais as causas da micose e como tratar corretamente a micose.

Micose: O que é?

A micose é uma doença causada pelos presença de fungos na pele. Dentre os sintomas mais comuns da micose, os principais são a vermelhidão, coceira e também pele descascando.

A micose pode atingir qualquer região do corpo e é um problema muito comum no verão, pois o suor e calor são condições que favorecem a proliferação dos fungos, aumentando os casos deste tipo de infecção!

Micose: Quais os tipos?

Como falamos no início do artigo, existem vários tipos de micose! Então, a classificação geralmente ocorre de acordo com a região que foi afetada, além do fungo que originou o problema.

Micose na unha, micose de pele ou micose na virilha?

Conheça os tipos de micose e as causas!

Micose de unha

Esta micose também é chamada de onicomicose, e é uma infecção que deixa a unha bastante deformada, amarelada e grossa. Os fungos causadores deste tipo de micose podem ser transmitidos para as outras unhas, ou seja, é muito comum que várias unhas sejam afetadas ao mesmo tempo, e os pés são os mais afetados.

Como tratar a micose na unha? O tratamento da micose de unha basicamente é através de remédios. Não faço uso por conta própria, pois o medicamento usado depende do tipo de fungo.

Portanto, o tratamento pode ser com comprimidos, pomadas ou esmaltes especiais para a micose. Em alguns casos, o tratamento pode ser feito através de um procedimento a laser que elimina completamente o fungo através dos raios emitidos.

Saiba que o tratamento para micose de unha é um procedimento demorado, visto que o fungo só é eliminado totalmente quando a unha cresce por completo. Então, é importante ter paciência, porque o tratamento pode durar aproximadamente 6 meses para a micose das unhas das mãos e até 1 ano para a micose das unhas dos pés.

Micose de praia

Esta micose também é chamada de Pitiríase versicolor, e é uma micose causada pelo fungo Malassezia furfur. Esta micose produz uma substância que atrapalha a produção de melanina quando exposta ao sol. Sendo assim, os locais afetados pelo fungo não pegam aquela cor bronzeada, deixando bem evidente várias manchas brancas.

Como tratar a micose de praia? O tratamento da micose de praia também pode ser com remédios, cremes, pomadas ou sprays que possuem propriedades antifúngicas. Saiba que se a micose voltar depois do primeiro tratamento, o dermatologista deve ser consultado, pois o mesmo remédio não será suficiente para eliminar de vez o fungo causador do problema.

Micose pé-de-atleta

Esta micose também é chamada de frieira, e é uma micose causada pelo fungos Trichophyton, Mycrosporon ou Epidermophyton. Este tipo de micose afeta principalmente os pés, mais precisamente os dedos.

Como tratar a frieira? O tratamento para a frieira também é com uso de cremes ou pomadas especificas com ação antifúngicas. Se os sintomas não melhorarem com este tratamento, pode ser necessário tomar comprimidos antifúngicos, e o tratamento pode durar aproximadamente 3 meses.

Micose na virilha

Esta micose também é chamada de Tinha crural, e é uma micose causada pelo fungo Tinea cruris. Este tipo de micose é mais comum nas pessoas com problemas de obesidade, atletas ou pessoas que usam frequentemente roupas apertadas.

Como tratar a micose na virilha? O tratamento basicamente consiste no uso de pomadas ou cremes com propriedades antifúngicas.

Micose no couro cabeludo

Esta micose também é chamada de Tinea capitis, e é uma micose causada por vários fungos. Este tipo de micose causa queda de cabelo, descamação do couro cabeludo e bastante coceira.

Como tratar a micose no couro cabeludo? O tratamento é com o uso de shampoos ou loções específicas. Em alguns casos, pode haver a necessidade de usar medicamentos com ação antifúngicos.

Micose: Causas comuns

A infecção ocorre com mais frequências em pessoas com sistema imunológico debilitado, ou que possuem má circulação sanguínea. Mas as pessoas mais propensas a ter micose, são aqueles que andam descalço em locais públicos como por exemplo, praias, banheiros e piscinas. A melhor forma de prevenção é usar roupas confortáveis, evitar ambientes úmidos e quentes, além de manter uma boa higienização corporal.

Você já teve micose? Qual tipo foi? Conte para nós como foi o tratamento e se tiver ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder.

Sobre o autor

Autor Bruno

Bruno Morgado é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

2 comentários para: “Micose, quais os tipos e como tratar?”

  • Adriana

    Gostaria de saber se é verdade que o cigarro causa alergia na por causa da substância contida que é o níquel?

    Responder
    • Bruno

      Eu teria que pesquisar, mas o cigarra provoca tanta coisa ruim que não seria surpresa essa também!

      Responder

Deixe um comentário