Aqui no Buscar Saúde temos vários artigos falando sobre a diabetes! Já mostramos quais são os sintomas de diabetes, já explicamos quais as diferenças da diabetes tipo 2 e diabetes tipo 1, além de alertar sobre as principais complicações da diabetes. Agora vamos dar atenção especial para as crianças com diabetes, saiba como lidar com esta situação!

Criança com diabetes

Lidar com uma criança diabética pode ser uma situação bem complicada se a pessoa não se informar corretamente. Quando a criança tem diabetes, ela precisa de uma alimentação extremamente saudável e controlada, rica em verduras, legumes e pobre em açúcar. Portanto, já temos aqui um enorme desafio que é tirar as guloseimas da rotina alimentar de uma criança!

Este pode ser apenas um dos fatores de estresse para muitos pais e crianças, mas é fundamental orientá-las sobre a importância disso. Se você quer cuidar bem de uma criança com diabetes e ajudar a manter a qualidade de vida dela, você deve ler e seguir as orientações que vamos passar na sequência.

Criança com sintomas de diabetes

Veja como melhorar a qualidade de vida de uma criança com diabetes!

Diabetes: Horário para comer

Você já ouviu falar que a gente deve ter um horário para comer? Pois então, para a pessoa com diabetes isso não é opção, é quase que uma regra! Os diabéticos precisam controlar bem a doença, e por isso devem comer sempre que possível na mesma hora.

Diabetes: Dieta adaptada

Como falamos, a alimentação deve ser rica em nutrientes importantes e pobre em açúcar. A criança com diabetes deve seguir uma dieta rica em fibras e com baixo índice glicêmico como por exemplo, feijão, maçã ou espaguete.

Diabetes: Sem açúcar

As crianças com diabetes jamais devem comer doces ou outros alimentos ricos em açúcar. Os pais e responsáveis devem estar bem atentos, porque a ingestão de alimentos ricos em açúcar pode ser perigosíssima!

Como citamos no início, este talvez seja o maior desafio e uma das formas de ajudar nesta missão, é evitar as situações que levam a criança a querer doce. Os pais precisam fazer sacrifícios para servir de exemplo para criança com diabetes. Não adianta você falar que ela não pode comer doce, mas você tem uma casa cheia de doces e está sempre comendo doces.

Diabetes: Festas

Levar uma criança para festas de aniversário e falar com ela que não pode comer doce sendo que todas as crianças vão comer pode ser uma situação bem traumática. Porém, atualmente existem vários doces feitos especialmente para crianças com diabetes, e a orientação é que você tenha sempre estes doces quando for em festas de aniversário.

Desta forma, a criança poderá comer gelatina, pipoca, biscoitos sem problemas para a saúde dela, evitando também que ela se sinta excluída e venha sofrer com problemas de depressão por exemplo.

Diabetes: Exercício físico

É muito importante incentivar a prática de exercício físico, visto que se exercitar pode ser um aliado no controle da diabetes. Porém, para que a criança cresça saudável e longe de vários riscos, ela deve fazer exercícios físicos somente após a liberação médica e sempre com a orientação de um Educador Físico.

Diabetes: Cuidados básicos

A rotina de picadas diárias para administrar a insulina e também para fazer os testes de glicemia podem ser traumáticas para as crianças! Sabemos que isso é importante, então os pais precisam ser carinhosos e fazer com a criança entenda a importância disso. Na hora de realizar as picadas, tente fazer da forma menos dolorosa possível.

Diabetes: Cuidados na escola

É indispensável que os pais e responsáveis informem a escola sobre a condição de saúde da criança. Lembre-se que no período escolar você não vai estar ao lado do seu filho, e qualquer descuido pode ser fatal para uma criança com diabetes.

Quando a escola sabe desta condição, ela pode ajudar no controle da alimentação da criança, além de ajudar a supervisionar a criança em momentos mais críticos como o intervalo, visto que outras crianças podem oferecer alimentos ricos em açúcar justamente por não saber dos riscos dessa ação.

Os pais e responsáveis precisam conversar sempre com as crianças para informar sobre a doença, pois assim ela já cresce consciente da sua condição e fica mais fácil adaptar as situações para reduzir os riscos.

Á medida que a criança vai crescendo, fica mais fácil dela entender sobre o controle da doença. Por isso, é fundamental que elas participem do tratamento, desde a consulta médica, até a escolha do dedo que vai ser picado.

Você conhece alguma criança com diabetes? Envie este artigo para os familiares desta criança, essas dicas podem ser valiosas e melhorar demais a rotina desta família

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)