Que tal conhecer mais sobre a coluna vertebral? É importante saber tudo sobre a coluna, porque ela é muito importante para a nossa estabilização e sustentação corporal. Neste artigo vamos falar o que é região cervical, torácica e lombar, explicando também o que é vértebra e quantas vértebras têm em cada uma destas regiões.

O corpo humano é fascinante e cheio de estruturas incríveis! Aqui no Buscar Saúde já fizemos vários artigos com curiosidades sobre o corpo humano. Se você ainda não leu, sugerimos esta leitura extra que vale muito a pena!

Coluna vertebral: Divisão

Como citamos na introdução, a coluna vertebral é constituída por regiões que são separadas por uma série de ossos que recebem o nome de vértebras. A coluna vertebral pode ser dividida em quatro regiões, que são:

  • Cervical – Que é a região do pescoço
  • Torácica – Que é a região do tronco
  • Lombar – Que é a região da cintura
  • Sacro + Cóccix – Que é a ponta da coluna

Agora que você sabe como é a divisão da coluna, vamos falar detalhadamente de cada parte. Observe bem as informações para ver como a quantidade e as características das vértebras de cada região vão mudando.

Coluna vertebral, o que é?

Vamos mostrar quantas vértebras tem a nossa coluna vertebral.

Coluna vertebral: Cervical

Esta região é composta por 7 vértebras cervicais, indo de C1 até C7. Podemos dizer que é a região mais importante da coluna! A primeira vértebra cervical é a (C1), ela recebe o nome de atlas e é a responsável pela sustentação do crânio. As vértebras C1 e C2 são fundamentais para os movimentos de rotação do pescoço, e as lesões nestas vértebras quase sempre deixam a pessoa tetraplégica.

As vértebras cervicais formam uma curvatura suave e normal na região cervical, que é uma curvatura que recebe o nome de lordose cervical. Quando existe alguma alteração postural nesta região, o problema recebe o nome de hiperlordose, que é quando a curvatura passa da angulação natural.

Todas as 7 vértebras cervicais possuem um formato anelar, mas da C3 até a C7, a parte posterior da vértebra é maior. Essa diferença da C1 e C2 é justamente o que as diferenciam na questão da mobilidade.

Entre cada vértebra temos um aliado importante que serve para absorção do impacto, além de evitar o atrito entre as vértebras. Estamos falando dos discos intervertebrais, que quando sofrem desgastes ou saem de posição, podem causar muita dor na coluna e originar um problema conhecido como Hérnia de disco.

Coluna vertebral: Torácica

Esta região é composta por 12 vértebras torácicas, indo de T1 até T12. A região torácica é importante para nossa proteção do tórax! As vértebras torácicas servem de base para os 12 pares de costelas que temos no corpo, sendo que 7 destes pares são articulados com o osso esterno, e estes 7 pares são classificados como costelas verdadeiras.

Também temos outros 3 pares que se articulam com a cartilagem do osso esterno, recebendo o nome de costelas falsas. E por fim, temos mais dois pares que recebem o nome de costelas flutuantes, porque estão fixadas apenas na parte posterior da coluna vertebral.

As vértebras torácicas formam uma curvatura suave e normal na região torácica, que é uma curvatura que recebe o nome de cifose torácica. Quando existe alguma alteração postural nesta região, o problema recebe o nome de hipercifose, que é quando a curvatura passa da angulação natural.

Coluna vertebral: Lombar

Esta parte da coluna é composta por 5 vértebras torácicas, indo de L1 até L5. A curvatura desta região recebe o nome de lórdotica, e podemos dizer que a região da coluna que mais recebe carga entre as vértebras. A região lombar realiza grandes e importantes movimentos como por exemplo, flexão, extensão e rotação do quadril.

As diferenças principais das vértebras cervicais para as torácicas e lombares, é ter um tamanho menor, possuir o forame transverso de cada lado, que é por onde passa a artéria vertebral, exceto na C7.

Ainda temos a região sacrococcígea, que como o nome sugere é formada pelo sacro e o cóccix. O sacro conta com 5 vértebras fundidas e bem menores que as outras vértebras do corpo. O cóccix conta com 4 ou 5 vértebras que também são fundidas.

Esta região sacrococcígea é muito importante por se articular com a bacia. A biomecânica desta região é fundamental para a nossa postura, visto que a região do sacro ajuda a determinar a angulação da coluna.

Coluna vertebral: Curvas

Coluna vertebral, o que é?

Entenda a importância das curvas da coluna vertebral

  • Curvatura cervical – Projetada para frente
  • Curvatura torácica – Projetada para trás
  • Curvatura lombar – Projetada para frente
  • Curvatura do sacro – Projetada para trás

Sem essas curvas, seria impossível absorver o impacto que o corpo recebe. Por isso, é importante compreender que essas 4 curvas naturais da coluna são importantes e devem ser mantidas.

Qualquer alteração para mais ou para menos, resultaria em problemas posturais que podem causar muita dor na coluna e em alguns casos, a pessoa pode perder até a mobilidade.

Quer aprender mais sobre os ossos do corpo humano? Vamos deixar abaixo um vídeo com dicas incríveis, vale muito a pena assistir!

Gostou deste artigo? Aprendeu alguma coisa com a gente? Nos ajude compartilhando em suas redes sociais, para que cada vez mais pessoas possam conhecer e aprender sobre o próprio corpo.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)