O que é temperatura? Qual é a temperatura corporal normal? Quando saber se estou com febre? Como saber se estou com a temperatura corporal baixa ou alta? O Buscar Saúde vai falar tudo sobre a temperatura, que é um dos importantes sinais vitais.

O que é temperatura?

A temperatura nada mais é do que uma grandeza física escalar! A variação da temperatura está relacionada com o grau de agitação das moléculas do nosso corpo, ou seja, quanto maior for a agitação molecular, maior será a temperatura medida, e vice-versa.

Temperatura corporal

Você sabe responder qual é a temperatura corporal normal? Apesar de ter um valor de referência, ela pode variar um pouco de acordo com sexo, idade, níveis de repouso, condições climáticas, horário do dia, ciclo menstrual e outros fatores.

Temperatura corporal, como medir?

Saiba qual é a temperatura corporal normal e como descobrir se está com febre!

As informações disponíveis na Associação Médica Americana mostram que a temperatura corporal normal é entre 36,5°C a 37,2°C.

Como medir a temperatura?

A forma mais conhecida de medir a temperatura é usando uma escala termométrica! Como o nome já sugere, um dos aparelhos mais conhecidos para medir temperatura é justamente o termômetro.

Os primeiros tipos de termômetros eram de mercúrio, um material que é sensível às variações de temperatura. Quando o termômetro entra em contato com o corpo humano com febre por exemplo, o mercúrio aquece e dilata-se, fazendo com a indicação mostrada no termômetro subisse.

Para realizar outra medição, era necessário esfriar o mercúrio até que ele retornasse ao nível basal. Por isso, era comum ver alguém sacudindo um termômetro de mercúrio, justamente para resfriar o equipamento.

Felizmente a tecnologia evoluiu e atualmente temos os termômetros digitais, que fazem uma medição rápida e precisa.

Onde colocar o termômetro?

Existem várias formas de medir a temperatura corporal, ou seja, podemos colocar o termômetro para fazer a medição adequada em vários pontos diferentes do nosso corpo, são eles:

  • Medição Axilar – Na axila
  • Medição Oral – Na boca
  • Medição Retal – No reto

Como falamos ao longo do artigo, a temperatura corporal pode variar dependendo de alguns fatores. Os mais comuns são durante os exercícios físicos, onde a temperatura tende a subir para mais de 38°C. Ela também varia quando o corpo fica exposto ao frio, sendo que neste caso a temperatura vai cair para menos que 36,5°C.

Regulação da Temperatura

O corpo humano produz calor continuamente durante o metabolismo, e este calor é dissipado constantemente. A regulação térmica é fundamental para garantir o funcionamento ideal do corpo humano!

Evaporação

A evaporação pela pele é muito importante para auxiliar na perda do excesso de calor. Neste caso o calor é conduzido através da pele para as moléculas de água, fazendo com que a água se evapore.

Sudorese

O suor é o nosso maior aliado para manter a regulação térmica adequada! Através da sudorese o organismo controla a velocidade da perda de calor. É importante compreender que a sudorese não acontece até que a temperatura corporal ultrapasse 37°C, independentemente de qual seja a temperatura da pele.

Isso ajuda a explicar porque a gente tem pouca sudorese durante o inverno. Em contrapartida, nos dias bem quentes, a rapidez como o nosso corpo produz suor pode até assustar algumas pessoas.

Variações da temperatura

Controlar a temperatura corporal é muito importante para a manutenção da vida. Já falamos sobre a importância de saber monitorar os sinais vitais e eu tenho uma pergunta, você sabe quais são os sinais vitais e como monitorar? Vale a pena ler este outro artigo aqui no Buscar Saúde.

Por falar em aprender mais, deixamos abaixo um vídeo para complementar ainda mais as informações sobre a temperatura corporal.

Se tiver alguma dica ou sugestão, favor deixar nos comentários e nós iremos responder.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)