Você é uma pessoa que sente muito frio? O que fazer quando você sente mais frio do que o normal? Excesso de sensibilidade ao frio é sinal de alguma doença? Neste artigo vamos trazer estas respostas e explicar quais são as causas do aumento de sensibilidade ao frio.

Sensibilidade ao frio: O que é?

A sensibilidade ao frio é caracterizada quando a pessoa é muito sensível às baixas temperaturas. Geralmente a pessoa começa a se agasalhar muito antes das outras pessoas, mesmo quando a temperatura está apenas mais amena!

O que é sensibilidade ao frio?

Por que existem pessoas que sentem mais frio que as outras?

Sensibilidade ao frio: Quais as causas?

Podemos dizer que a sensibilidade ao frio tem relação com vários fatores. Mas mesmo nos casos que vamos citar, pode ser que a pessoa nunca apresente a sensibilidade ao frio, os fatores de risco são:

  • Problemas no hipotálamo
  • Anemia
  • Hipotireoidismo
  • Anorexia
  • Pessoas com pouco percentual de gordura corporal
  • Fibromialgia
  • Problemas de circulação sanguínea

Dentre os grupos citados, os mais propensos a ter sensibilidade ao frio são as pessoas com Fibromialgia e também as pessoas que tem pouco índice de gordura corporal. De acordo com vários estudos, as mulheres estão mais suscetíveis a sentir mais frio que os homens!

Se você sente que a sua sensibilidade ao frio é muito grande, talvez você tenha alguma condição especial e isso só pode ser diagnosticado por um médico. Quando a pessoa tem algum dos problemas citados como fator de risco, naturalmente o médico pode informar que ela tende a sentir mais frio.

Caso o médico não cite nada à respeito, o mais aconselhado é perguntar sobre o problema, explicar o que sente e qual a intensidade desta sensibilidade ao frio. Não sinta vergonha, pois a consulta médica é o momento mais indicado para você sanar todas as dúvidas sobre a sua saúde, além de obter informações para prevenir possíveis complicações!

Se você chegar preparado para a consulta médica, as chances de acelerar o diagnóstico é muito grande. Portanto, leve uma lista com todos os sintomas e se possível, com informações de quanto tempo eles apareceram.

Se tiver outro problema de saúde ou condição especial, leve o histórico médico, pois as informações sobre medicamentos, vitaminas ou suplementos podem ser fundamentais para evitar diagnósticos incorretos!

Na consulta, o médico certamente vai fazer uma série de perguntas, as mais comuns são:

  • Quando começou a sensibilidade ao frio?
  • Já sentiu isso outras vezes?
  • O sintoma piora em alguma situação especial?
  • Você usa roupas de frio quando as pessoas dizem estar com calor?
  • Você sente mais frio durante a noite ou dia?
  • Tem algum problema alimentar?
  • Você pratica exercícios físicos?

Caso não seja suficiente fazer o diagnóstico apenas com os sintomas apresentados, o médico pode pedir alguns exames, como por exemplo:

  • Hemogramas
  • Testes hormonais

Como a sensibilidade ao frio não é uma doença, mas sim uma condição fisiológica especial, o tratamento dependerá da causa do problema.

Neste vídeo que deixamos de indicação, você pode conferir uma reportagem que fala mais sobre este tema. Veja os relatos de pessoas que sentem mais frio e entenda mais sobre essa condição, vale muito a pena!

Antes de finalizar precisamos fazer um alerta para as pessoas que tem distúrbios alimentares! Tanto a bulimia, quando a anorexia são problemas extremamente graves e perigosos, ou seja, elas precisam ser tratadas imediatamente e se necessário, a pessoa deve buscar um auxílio psicológico ou psiquiátrico.

Você tem sensibilidade ao frio ou conhece alguém que tem este problema? Como faz para lidar com a queda de temperatura? Deixe nos comentários o seu relato e vamos continuar a nos informar sobre este tema.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)