Quais as situações que colocam a pessoa em risco de ter hipotermia? Mas antes de começar o tema deste artigo, é preciso saber se você sabe o que é hipotermia! Vamos explicar detalhadamente o que acontece com o corpo em caso de hipotermia e quais são os sintomas mais comuns.

Hipotermia: O que é?

A hipotermia acontece quando a temperatura corporal está abaixo de 35°C! Este tipo de situação acontece quando o corpo perde muito mais calor do que é capaz de gerar, sendo muito comum quando a pessoa fica por muito tempo em ambientes muito frios.

Hipotermia: Quais as etapas?

Os especialistas informam que diminuição da temperatura geralmente acontece em 3 etapas, são elas:

Primeira etapa – Situação natural que quase todo mundo passa por ela frequentemente! Na primeira etapa a temperatura cai 2°C, e os sintomas comuns são arrepios e pequena dormência nas mãos ou nos pés.

Segunda etapa – Uma situação mais intensa, onde a temperatura cai entre 2 e 4°C, deixando os dedos dos pés e das mãos azulados.

Terceira etapa – A mais forte e perigosa de todas! Nesta etapa a queda de temperatura é ainda maior, podendo causar perda dos sentidos e dificuldade par respirar.

O que é hipotermia e como tratar?

Conheça os principais sintomas da Hipotermia!

Hipotermia: Sintomas

Como falamos, este problema pode levar a pessoa à morte, então é fundamental ficar atento aos sintomas de hipotermia! Na sequência do artigo vamos mostrar quais os sintomas de acordo com a gravidade da hipotermia.

Hipotermia leve: Temperatura corporal entre 33 e 35°

  • Mãos e pés frios
  • Dormência leve nos braços e pernas
  • Perda de destreza
  • Cansaço

Hipotermia moderada: Temperatura corporal entre 30 e 33°

  • Tremores intenso e incontrolável
  • Fala lenta e tremula
  • Respiração fraca e lenta
  • Pulsação fraca
  • Dificuldade para controlar os movimentos

Hipotermia grave: Temperatura corporal abaixo de 30°

  • Incapacidade de controlar os braços e as pernas
  • Perda dos sentidos
  • Respiração fraquíssima quase parando
  • Pulsação fraquíssima ou inexistente
  • Pupilas dilatadas

Em alguns casos mais raros, a hipotermia moderada também pode causar uma leve perda de memória ou sonolência. Nos casos de hipotermia grave, a pessoa também pode ter amnésia!

Hipotermia em bebês: Quais os sintomas?

É muito importante cuidar da temperatura corporal dos bebês, pois eles ainda não são capazes de se agasalhar e muito menos, comunicar claramente para indicar o que está errado e incomodando. Os principais sintomas de hipotermia em bebês são agitação, pele muito fria, falta de apetite, respiração e pulso fraco.

Hipotermia: Quais as causas?

Como dizemos, a principal causa de hipotermia é a permanência prolongada em ambientes muito frios, mas existem outras causas que devem ser observadas, são elas:

  • Roupas inadequadas para o clima frio
  • Desnutrição
  • Doenças cardíacas
  • Problemas circulatórios
  • Problemas na tireoide

Hipotermia: Tratamento

Talvez você esteja se perguntando como agir em caso de hipotermia. Bem, se você estiver com hipotermia ou encontrar alguém com hipotermia, algumas ações rápidas podem afastar os riscos de a vítima sofrer um AVC, ataque cardíaco ou pior ainda, vir a morrer!

A primeira ação deve ser chamar imediatamente uma ambulância. Enquanto o socorro especializado não chega, você deve buscar formas de aquecer a vítima! Portanto, leve-a para um local quente, retire as roupas molhadas ou frias se assim for o caso, coloque agasalhos, cobertores e/ou bolsas térmicas quentes para ajudar a minimizar os efeitos da hipotermia.

A dica principal é evitar locais muito frios, principalmente sem a vestimenta adequada. Também é importante ficar atento ao tempo prolongado no mar, rio, lagoa ou piscina quando a água está fria. Tudo isso serve para afastar os riscos de ter uma hipotermia.

Se tiver gostado deste artigo ajude-nos a compartilhar com outras pessoas e divulgar estas informações que além de interessantes, podem salvar uma vida!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)