Doenças, lugares perigosos, condições adversas e outros fatores parecidos podem te colocar em situação de emergência! Você sabe como agir em uma situação emergencial? Neste artigo o Buscar Saúde vai te mostrar as principais situações de emergência e como agir.

Todo mundo sonha em não se preocupar com emergências na sua rotina diária! Porém, é importante saber como agir se isso acontecer, porque uma simples preparação pode ser crucial para salvar uma vida!

Conhecer os sinais vitais e como monitorá-los, além de saber os primeiros socorros básicos é fundamental para qualquer pessoa. Não custa nada se preparar, mesmo que nunca precise usar os seus conhecimentos para essa possível situação de emergência.

Incêndio, ossos quebrados, hipotermia e outras situações de emergência.

Dicas que podem salvar sua vida em uma situação de emergência!

Situação de emergência: Pessoa engasgando

Já fizemos um artigo completo sobre este tema aqui no Buscar Saúde, então se quiser se aprofundar no tema, vale a pena essa leitura complementar. Mas para ajudar uma pessoa engasgada, a primeira coisa a fazer é tentar conversar com a pessoa, se ela conseguir dialogar é um ótimo sinal, visto que isso indica que ainda há passagem de ar.

O próximo passo é realizar a manobra de Heimlich, que consiste em colocar o punho sob suas costelas e acima do seu ombro. Em seguida você deve empurrar o punho contra o estômago em um movimento duro e rápido. A pessoa engasgada deve estar apoiada em algum local firme, pois senão toda a pressão será absorvida pela superfície macia.

Situação de emergência: Ficar perdido

A primeira ação é sempre avisar alguém para onde você está indo e se possível, quando você planeja voltar. Se você ficar perdido, entenda que manter a temperatura corporal e a hidratação é indispensável, então o calor e a água são os dois elementos importantes para a sua sobrevivência.

Por mais desesperador que possa parecer, busque sempre locais abertos onde possam te visualizar com mais facilidade. Planeje cada ação antes de tomar qualquer atitude, porque em muitos casos você poderá estar “fugindo” dos socorristas. Portanto, se acha que está em um local onde vão te encontrar, permaneça parado ou deixe sinais dos seus próximos movimentos.

Situação de emergência: Desidratação

Falamos anteriormente que a água é elemento vital! Sendo assim, podemos colocar a desidratação como situação de emergência! E acredite, isso acontece com muito mais frequência do que possa imaginar.

Ficar muito tempo exposto ao sol, ficar longos períodos sem beber água, ficar muito tempo em ambientes quentes demais e outras situações parecidas favorecem a desidratação. Retire a pessoa deste local imediatamente, eleve os seus pés e tire o excesso de roupa pesada. Se a pessoa estiver consciente, dê água para ela ir bebendo aos poucos.

Situação de emergência: Incêndio

Sempre que estiver em um local diferente observe as possíveis saídas mais próximas, e também verifique se há saídas de emergência, principalmente em locais fechados. Antes de tentar abrir uma porta, observe se a maçaneta está quente ou se há fumaça passando por baixo da porta, se uma destas alternativas for positiva, busque imediatamente outro caminho.

Durante a fuga deste local, você deve se preocupar com a inalação de fumaça que pode te deixar inconsciente ou ser fatal. Já falamos aqui no site que a inalação de fumaça faz mais vítimas do que o próprio fogo do incêndio!

Portanto, se você estiver em locais com fumaça ou precisar passar por áreas assim, o mais indicado é rastejar o mais próximo possível do chão, mantendo a boca e o nariz coberto com roupas úmidas de preferência.

Por fim, se em algum momento a sua roupa pegar fogo, você deve deitar e rolar no chão imediatamente. Isso é fundamental para abafar e apagar as chamas. Se for uma roupa fácil de ser retirada, se livre dela rapidamente!

Situação de emergência: Hipotermia

Este é outro tema que tem artigo completo no site, então novamente indico essa leitura complementar! A hipotermia acontece quando a temperatura corporal cai abaixo de 35 graus Celsius, podendo prejudicar a circulação sanguínea e levar ao óbito. Os sintomas de hipotermia são:

  • Pele seca
  • Palidez
  • Tremores
  • Lábios azulados
  • Fadiga
  • Respiração fraca
  • Pulso lento
  • Confusão mental

Tire a pessoa do local frio e se as roupas estiverem molhadas retire-as também! O próximo passo é aquecer a pessoa com roupas secas e cobertores imediatamente. Jamais mergulhe a vítima de hipotermia em água quente repentinamente, visto que isso pode causar ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral, principalmente em idosos. Lembre-se que o aquecimento deve ser o mais rápido possível, mas de forma gradual.

Situação de emergência: Ossos quebrados

As fraturas são situações relativamente simples, mas que podem causar complicações gravíssimas para a vítima, principalmente quando são fraturas expostas! Então, se você não sabe como agir nesta situação, jamais tente ajudar mexendo na pessoa, limite-se a buscar imediatamente uma ajuda especializada.

Nunca tente voltar o membro quebrado para o lugar, jamais faça talas por contra própria e só movimente a vítima em caso de vida ou morte, onde o atendimento especializado não possa chegar rapidamente ao local.

Entenda que quando os ossos estão quebrados, as suas pontas ficam afiadas podendo cortar tendões e artérias. Isso pode causar paralisia naquele membro, ou até mesmo hemorragias graves.

A melhor forma de agir nesta situação de emergência é tentar conversar com pessoa, deixando bem calma! Monitore os sinais vitais e evite falar sobre a gravidade da lesão. Faça isso até que o atendimento médico especializado chegue ao local.

A lista de situações emergenciais pode ser enorme! Então se você gosta deste tipo de artigo, deixe um comentário para pedir mais temas com este aqui no Buscar Saúde.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)