Neste artigo vamos falar sobre uma doença muito comum entre as crianças que não são vacinadas contra caxumba, rubéola e sarampo. De acordo com a Sociedade Brasileira de Infectologia (SBI), a vacina tríplice viral é muito importante para prevenir a caxumba. Na sequência deste artigo vamos falar o que é caxumba e apresentar o maiores mitos e verdades sobre a caxumba.

Caxumba: O que é?

Como foi dito esta doença é comum entre as crianças, mas os adultos também podem ter caxumba. O vírus ataca as glândulas parótidas deixando-as bem inchadas e doloridas, causando um aumento de volume nas laterais do pescoço um pouco abaixo da mandíbula.

O que é caxumba e quais os sintomas da caxumba?

Quais os sintomas de caxumba?

Caxumba: Mitos e verdades

Pesquisando sobre a caxumba, encontramos muitas dúvidas e vários mitos sobre esta doença. Reunimos todas as dúvidas mais comuns e vamos mostrar as respostas e informações corretas!

Caxumba: Qualquer pode pegar caxumba?

Apesar de ser incomum entre os adultos, ela pode afetar qualquer pessoa que não tenha tomado a vacina. A boa notícia é que a caxumba é uma doença que só pegamos uma vez, ou seja, o organismo desenvolve a resposta imunológica impedindo que ela volte. Sendo assim, os adultos que já tiveram esta doença na infância não correm riscos de tê-la novamente.

Caxumba: Sintomas de caxumba em adultos

Existem pessoas que afirmam que os sintomas de caxumba são mais fortes nos adultos, mas será que isso é verdade? A resposta é sim! A doença se manifesta com mais intensidade entre os adultos, e isso acontece porque o sistema imunológico é muito mais desenvolvido do que o das crianças. Sendo assim, os sintomas da caxumba são mais fortes porque a ação do organismo de um adulto para combater o vírus é muito mais potente! Caso você não saiba, os principais sintomas de caxumba são:

  • Febre
  • Fraqueza
  • Aumento das glândulas salivares de um ou dos dois lados
  • Inchaço
  • Dor

Caxumba: Existem casos sem sintomas?

Os casos de caxumba assintomática são mais comuns entre as crianças do que nos adultos. Os especialistas associam esta incidência maior entre as crianças, ao número de casos geral que também é maior entre as crianças.

Caxumba: Tratamento

O tratamento da caxumba não é diferente entre crianças e adultos! Para ambos os grupos, o tratamento é para os sintomas e não há combate específico para o vírus causador. A pessoa deve permanecer em repouso absoluto, manter uma ótima alimentação e hidratação do corpo. Quando falamos em ótima alimentação, estamos falando de alimentos saudáveis, ou seja, evite as guloseimas. Seguindo estas orientações, o sistema imunológico será fortalecido e poderá combater melhor o vírus e criar a imunidade necessária para o problema não retornar.

Caxumba: Complicações para os adultos

Outro mito que as pessoas acreditam é que a caxumba causa mais complicações entre os adultos. Isso não é verdade, porque as complicações da caxumba são as mesmas em crianças e adultos. Se você não conhece os riscos e complicações da caxumba, é bom ficar informado, porque se a pessoa não seguir corretamente o tratamento, a caxumba pode causar:

  • Inflamações nos testículos
  • Inflamação nos ovários
  • Inflamação do pâncreas
  • Problemas na tireoide
  • Encefalite
  • Meningite

Os especialistas alertam que como o vírus da caxumba ataca principalmente as glândulas, as complicações são bem mais comuns nesses órgãos citados! Caso a pessoa não trate a inflamação corretamente, existem grandes riscos de problemas mais graves e a pessoa pode ficar estéril.

Caxumba: Como prevenir

A melhor maneira para prevenir a caxumba é através da vacinação. De acordo com pesquisas e estudos realizados nos Estados Unidos, houve uma queda de 98% nos casos de caxumba entre o ano de 1968 e 1985, devido à implantação da vacina tríplice viral.

Os especialistas informam que o intervalo entre as doses da vacina deve ser de 30 dias. Se isso não for seguido corretamente, o efeito da vacinação não será o mesmo e a umidade da pessoa contra o vírus certamente ficará comprometida.

Para evitar riscos, a pessoa com caxumba deve ficar isolada das pessoas saudáveis e não praticar atividade física até que o problema seja curado. Se tiver ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder.

Você já teve caxumba ou conhece alguém que teve? Qual é o relato que tem para compartilhar conosco?

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

2 comentários para “Sintomas de caxumba. Mitos e verdades!”

  1. Bruna

    Se minha criança brincou com uma que esta com o primeiro dia de caxumba ela já pega

    Responder
    • Bruno

      Se tiver contato direto com secreções (saliva por exemplo) da outra criança pode sim pegar, mas não é certeza apesar do risco existir.

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)