O tema do nosso artigo é sobre DSTs que são as doenças sexualmente trasmitiveis! Vamos dar informações importantes sobre a AIDS, gonorreia, sífilis, herpes e outras, além de explicar todos os riscos destas que são as principais DSTs. Entenda porque é importante conhecer os sintomas destas doenças sexualmente transmissíveis e como agir quando perceber qualquer um dos sintomas apresentados.

As doenças sexualmente transmissíveis como o próprio nome já diz, quase sempre são transmitidas em uma relação sexual sem camisinha, podendo ser através do contato íntimo vaginal, anal ou oral. É preciso compreender que as chances de contágio são infinitamente maiores quando a pessoa tem vários parceiros no mesmo período.

AIDS qual o tratamento?

DST tem cura? Conheça os principais sintomas e tratamento para as doenças sexualmente transmissíveis.

DST, quais os sintomas?

A maioria dos sintomas das DSTs afetam os órgãos genitais, como por exemplo:

  • Dor
  • Vermelhidão
  • Feridas
  • Corrimento
  • Inchaço
  • Dificuldade para urinar

Para realizar o diagnóstico correto da DST, é preciso consultar um ginecologista ou urologista e realizar os exames específicos. A escolha do tratamento para DST depende de qual é a doença e em qual estágio ela se encontra, mas na maioria dos casos os médicos indicam o uso de antibióticos ou antifúngicos.

A maioria das DSTs têm cura, mas algumas delas não, como é o caso da herpes e a AIDS! Por isso, é muito importante estar sempre se prevenindo corretamente, e para evitar a contaminação use sempre camisinha em todas as relações sexuais. Na sequência do nosso artigo, vamos apresentar as principais doenças sexualmente transmissíveis e todos os seus sintomas e tratamentos.

DST: Clamídia

Os sintomas da Clamídia geralmente são corrimento amarelado e espesso, dores durante o contato íntimo e vermelhidão nos órgãos genitais, mas existem casos em que esta doença não causa nenhum sintoma e com isso, a infecção acaba passando despercebida. Esta doença é causada por uma bactéria que pode ser transmitida tanto pela relação sexual sem preservativo, quanto pelo compartilhamento de brinquedos sexuais e outros objetos. O tratamento da Clamídia geralmente é feito com antibióticos que só podem ser tomados após a prescrição médica!

DST: Gonorreia

Esta doença também é causada por bactérias e assim como a Clamídia, a infecção pode acontecer no ato sexual sem camisinha, e também através do compartilhamento de brinquedos sexuais e outros objetos. Os sintomas da Gonorreia são corrimento amarelado semelhante ao pus, dor ao urinar, hemorragia vaginal fora da menstruação, bolinhas vermelhas na boca, dor abdominal e dor durante o contato íntimo. O tratamento da Gonorreia também é feito através de medicamentos que só podem ser consumidos com prescrição médica e caso a pessoa não trate corretamente a Gonorreia, ela pode sofrer com complicações nas articulações e no sangue.

DST: Verrugas genitais ou HPV

Esta doença é causada pelo vírus HPV que é o vírus do papiloma humano. Ele provoca o crescimento de lesões na pele dos órgãos genitais das mulheres e dos homens. Estas lesões se assemelham com verrugas e a sua textura pode ser suave ou rugosa, a cor também pode variar e apesar de não causar dor, ela é extremamente contagiosa. A cura do HPV não existe porque o vírus permanece adormecido no corpo, mas o tratamento do HPV é muito eficiente se a pessoa infectada fizer a aplicação correta das pomadas que são prescritas pelos médicos.

DST: Herpes genital

Esta doença é de fácil transmissão e é causa pelo vírus do herpes labial. Os sintomas da Herpes são surgimento de bolhas vermelhas na pele bem próximas umas das outras, vermelhidão ao redor destas bolhas e bastante coceira na região afetada. Dentro destas bolhas está um líquido de cor amarelada rico em vírus e as principais áreas do corpo afetadas pela Herpes são as coxas, anus e os órgãos genitais. Além destes sintomas, a pessoa com herpes pode ter febre e dor ao urinar e como já foi dito, a Herpes não tem cura, mas o tratamento com os medicamentos prescritos pelos médicos visam diminuir o desconforto provocado pela doença, uma vez que os sintomas podem demorar aproximadamente 20 dias para desaparecer.

DST: Sífilis

Os sintomas da Sífilis são feridas nas mãos e nos pés que não causam dor e nem tem sangramento, além das feriadas, a sífilis pode causar cegueira, paralisia e problemas cardíacos. A infecção pode acontecer tanto pela relação sexual sem preservativo, quanto pelo compartilhamento de brinquedos sexuais e outros objetos. Os sintomas da Sífilis geralmente surgem de 3 a 12 semanas após a contaminação. O tratamento da Sífilis é feito com o uso de medicamentos prescritos pelos médicos, e quando o tratamento é realizado corretamente, a chance de cura é bem alta.

DST: AIDS

Os sintomas da AIDS são febre, dor de cabeça, dor de garganta, vômitos, sensibilidade à luz e diarreia. A AIDS não tem cura, mas com o tratamento é possível diminuir os sintomas e aumentar o tempo e qualidade de vida! O tratamento para a AIDS é feito através do uso de vários medicamentos que são prescritos pelos médicos. Atualmente estes remédios são fornecidos gratuitamente pelo SUS e tem como objetivo combater o vírus e fortalecer o sistema imunológico da pessoa infectada.

Quais as formas de contágio das DSTs?

Como já foi dito ao longo do artigo, a principal forma de contrair estas doenças é através do ato sexual sem uso de camisinha, mas além disso, existem também outras formas que são:

  • Durante a gestação, parto e amamentação, a mãe pode contaminar o filho através do sangue.
  • Durante o compartilhamento de seringas e outros objetos pessoais.
  • Através do contato direto com o sangue de alguma pessoa infectada.

Como prevenir DST?

Sem dúvidas, a melhor maneira de evitar a contaminação é usando camisinha em todas as relações sexuais, além de evitar o contato com o sangue contaminado de qualquer pessoa. Pense em sua segurança e também na segurança do seu parceiro. Muita gente acaba se contaminando por vergonha de se prevenir e acabam deixando a vida em segundo plano!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)