O corrimento amarelo é sinal de algo grave? O que fazer se notar corrimento amarelo com odor? Este tema gera muitas dúvidas, e o Buscar Saúde resolveu fazer este artigo para apresentar as principais informações sobre corrimento amarelo. Então fique bem atento, pois vamos falar inclusive sobre o corrimento amarelo na gravidez!

O que é corrimento amarelo?

Naturalmente a região vaginal produz secreções ao longo do dia, sendo que em alguns casos este corrimento amarelo pode se acumular nas roupas íntimas. Para muitas pessoas, isso é um sinal de problema de saúde, mas desde já alertamos que não é bem assim!

Esse fluido geralmente é resultado da limpeza do canal vaginal, ou seja, o corrimento amarelo nem sempre é sinal de doenças ou infecções. Porém, existem situações em que a mudança da coloração, quantidade e consistência do corrimento podem sim indicar alguma patologia.

Quando notamos um corrimento amarelo esverdeado ou corrimento amarelo claro, pode ser um indicador de alguma doença sexualmente transmissível. Neste caso você deve realizar uma consulta médica o mais rápido possível para avaliar melhor.

Outra situação que exige uma avaliação médica é quando tem corrimento amarelo com odor forte. Este problema geralmente vem acompanhado de dor na região abdominal, além de ardência ou coceira na região vaginal.

Corrimento amarelado na gravidez, o que pode ser?

Tudo sobre o corrimento amarelado! Saiba se é sinal de doença ou não.

Corrimento amarelo normal

Quando as secreções vaginais são normais? Essa dúvida é muito comum e como falamos no início do artigo, isso acontece na maioria dos casos. É preciso compreender que a vagina tem a sua umidade natural, que pode ser alterada por vários fatores como por exemplo:

  • Taxas hormonais
  • Estimulação sexual
  • Fatores emocionais

Quando este corrimento se acumula na calcinha sem apresentar odor forte, você pode ficar tranquila. Isso nada mais é do que um fluido fisiológico, que é composto por células mortas, secreções da mucosa e também bactérias da flora vaginal.

Talvez você não saiba, mas a função da mucosa é produzir lubrificação quando a mulher se sentir excitada, e também produzir secreções quando a mulher estiver menstruada ou grávida.

Portanto, o corrimento amarelo é normal! Cabe a mulher observar possíveis alterações do cheiro, cor ou volume dos corrimentos, pois qualquer alteração destes pontos citados, deve sim ser observado por profissionais ginecologistas.

Menstruação atrasada e corrimento amarelo

Isso é um sinal de gravidez? Pode ser sim, mas geralmente as secreções relacionadas à gravidez são brancas ou transparentes. Entretanto, devido a individualidade biológica, algumas mulheres podem ter corrimento amarelo indicando gravidez.

Corrimento amarelo: Transmissão

Como o corrimento amarelo é transmitido? Primeiro é importante saber que o corrimento amarelo em si não é uma doença, ou seja, ele pode ser um sinal ou sintoma de alguma infecção. Se for este caso, isso geralmente aconteceu durante a relação sexual, podendo ser um indicador de doenças como a clamídia, a tricomoníase e a gonorreia por exemplo.

Corrimento amarelo: Fatores de risco

Sempre existem grupos que estão mais propensos! Por isso, é importante analisar se você se encontra nestes grupos, visando adotar o máximo possível das medidas preventivas. Os principais fatores de risco são:

  • Fazer sexo sem proteção
  • Quedas na imunidade
  • Histórico familiar
  • Anticoncepcional hormonal

Corrimento amarelo tem cura?

Com toda certeza que sim! Quando o corrimento amarelo é causado por alguma infecção vaginal, este problema é facilmente tratado e tem um tempo de recuperação bem pequeno.

Normalmente o tratamento é através do uso de antibióticos, que pode ser em dose única ou não. Em alguns casos os médicos podem indicar o uso de cremes íntimos, que servem para aliviar a coceira e ardência na região vaginal.

  • Tratamento para candidíase – Entre 1 e 3 dias
  • Tratamento para clamídia – Dose única
  • Tratamento para gonorreia – Dose única
  • Tratamento para tricomoníase – Entre 1 e 7 dias

Se a pessoa seguir corretamente as recomendações médicas, a tendência é que o corrimento amarelo e a infecção causadora seja eliminada em poucos dias. Se houver outros sintomas como já citamos, eles também vão diminuindo gradativamente em poucos dias.

Corrimento amarelo na gravidez

Uma dúvida muito comum é quais são as complicações do corrimento amarelo? Estas infecções apresentam riscos mais elevados durante a gestação, então você deve ficar de olho se houver corrimento amarelo na gravidez.

Caso você não saiba, uma complicação por infecção durante a gestação pode causar aborto ou pode afetar o desenvolvimento do bebê. Se o corrimento amarelo indica a presença de alguma doença sexualmente transmissível, ela precisa ser tratada imediatamente porque existe o risco de ser transmitida ao bebê durante o parto.

Corrimento amarelo: Como prevenir?

Isso é facilmente evitado com atitudes e hábitos extremamente simples! Aliás, essas dicas que vamos passar são importantes não só para evitar corrimentos, mas para melhorar a sua qualidade de vida!

  • Tomar banho diariamente
  • Trocar as roupas íntimas diariamente
  • Trocar as roupas de cama semanalmente
  • Tomar banho sempre depois das relações sexuais
  • Usar preservativos durante o ato sexual
  • Utilizar roupas íntimas com tecidos leves
  • Evitar o uso de roupas molhadas por muito tempo
  • Evitar o uso excessivo de desodorantes íntimos
  • Evitar o uso excessivo de absorventes perfumados
  • Evitar o uso de duchas íntimas
  • Observar os efeitos colaterais dos anticoncepcionais
  • Observar os efeitos colaterais dos antibióticos

Como você pode ver, existem muitos fatores que podem causar corrimento amarelo, mas nenhum deles é impossível de evitar! Sendo assim, adote todas as medidas preventivas e cuide cada vez melhor da sua saúde.

Obrigado por ler mais este artigo! Saiba que no site Buscar Saúde tem centenas de artigos gratuitos de ótima qualidade, vale a pena acessar para aprender cada vez mais sobre o seu corpo.

Caso tenha ficado alguma dúvida ou tenha uma sugestão, favor deixar nos comentários que iremos responder. Envie este artigo para as suas amigas e as mulheres da sua família.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)