A candidíase é uma doença muito incomoda, podendo causar feridas graves na região genital de homens e mulheres. Neste artigo vamos mostrar quais são as causas da candidíase, além de mostrar os principais sintomas e tratamento para a candidíase.

O que é candidíase?

A candidíase é uma infecção provocada pelo crescimento do fungo Candida. O crescimento deste fungo geralmente está associado à um enfraquecimento do sistema imunológico, ou em casos mais raros, quando a pessoa fez tratamento com antibióticos.

A candidíase é uma infecção que pode afetar tanto os homens quanto as mulheres, mas apesar de ser uma infecção muito incomoda, a candidíase tem cura! Porém, para que a candidíase seja curada, a pessoa deve seguir corretamente o tratamento adequado!

O que é candidíase e quais os tratamentos?

Conheças as principais causas da candidíase e saiba como prevenir este terrível problema!

Candidíase: Quais as causas?

O fungo que causa a candidíase geralmente vive no organismo humano, mas o sistema imunológico é capaz de evitar a sua proliferação exagerada, que quando acontece gera a infecção. Então, a principal causa da candidíase é justamente o enfraquecimento do sistema imunológico, que é muito comum quando há:

  • Alterações hormonais
  • Gripe
  • Gravidez
  • Tratamento com antibióticos
  • Relação sexual sem camisinha com parceiro contaminado
  • Uso constante de antibióticos
  • Uso constante de anticoncepcionais
  • Uso constante de corticoides
  • Menstruação
  • Diabetes
  • AIDS
  • HPV
  • Lúpus
  • Uso de roupas apertadas e/ou molhados

Caso você não saiba, a candidíase é muito comum na região genital, mas também pode se desenvolver em outras partes do corpo como por exemplo, pele, boca ou intestino!

Candidíase: Tratamento

O tratamento para candidíase genital nos homens e mulheres é muito semelhante! Quase sempre o médico vai indicar o uso de pomadas antifúngicas para ser aplicada 2 ou 3 vezes por dia. É importante compreender que tanto a pomada, quanto o tempo de duração pode variar bastante, ou seja, é indispensável seguir completamente a indicação médica!

Se depois de 2 semanas de tratamento os sintomas não desaparecerem, o mais indicado é buscar novamente o médico, porque provavelmente o medicamento vai precisar ser trocado ou em alguns casos, trocar também o tipo de medicamento para comprimidos antifúngicos.

Apesar de ser um trabalho redobrado, isso é indispensável porque o tratamento precisa ser eficiente para combater totalmente a infecção.

Candidíase: Como prevenir?

Seguindo as orientações dos especialistas, as pessoas conseguem se prevenir melhor, afastando os riscos de ter candidíase. Os principais cuidados são:

  • Usar apenas roupas íntimas de algodão
  • Manter uma boa higiene da região genital
  • Dormir sem roupa íntima
  • Evitar o uso de absorventes internos
  • Usar preservativos durante as relações sexuais

Todas estas orientações ajudam a acelerar o tratamento! Além deste cuidados, a pessoa deve buscar hábitos saudáveis para favorecer o fortalecimento do sistema imunológico. A principal atitude é evitar ao máximo alimentos e bebidas com excesso de açúcar.

Como saber se estou com candidíase?

Esta infecção deixa uma série de sinais e sintomas! Então, se você estiver com algum destes que vamos listar abaixo, pode ser um indicador de candidíase, são eles:

  • Coceira constante e intensa na região genital
  • Inchaço e vermelhidão na região genital
  • Formação de feridas esbranquiçadas na vagina ou na cabeça do pênis
  • Corrimento esbranquiçado na região genital
  • Dor ao urinar
  • Queimação ao urinar
  • Dor durante os relacionamento sexuais

Os sintomas de candidíase parecem simples de identificar, mas mesmo que você apresente estes sinais ou sintomas, também existem outros problemas genitais com características parecidas como por exemplo, vaginite, herpes e/ou gonorreia.

Então, a forma mais confiável de confirmar o diagnóstico é que as mulheres consultem um ginecologista, e os homens consultem o urologista. Na consulta, o diagnóstico é apenas um dos fatores importantes, visto que o especialista também vai te orientar sobre os hábitos que podem estar favorecendo o desenvolvimento do problema!

A candidíase pode ser curada tranquilamente, então você deve buscar a orientação adequada e evitar todos os fatores de risco que citamos ao longo do artigo. Espero que tenham gostado das informações e se tiver ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder com maior prazer!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)