Candidíase, o que é? Sintomas e tratamento!

Escrito na categoria "Treinos e exercícios físicos" por Bruno.

A candidíase é uma doença muito incomoda, podendo causar feridas graves na região genital de homens e mulheres. Neste artigo vamos mostrar quais são as causas da candidíase, além de mostrar os principais sintomas e tratamento para a candidíase.

O que é candidíase?

A candidíase é uma infecção provocada pelo crescimento do fungo Candida. O crescimento deste fungo geralmente está associado à um enfraquecimento do sistema imunológico, ou em casos mais raros, quando a pessoa fez tratamento com antibióticos.

A candidíase é uma infecção que pode afetar tanto os homens quanto as mulheres, mas apesar de ser uma infecção muito incomoda, a candidíase tem cura! Porém, para que a candidíase seja curada, a pessoa deve seguir corretamente o tratamento adequado!

O que é candidíase e quais os tratamentos?

Conheças as principais causas da candidíase e saiba como prevenir este terrível problema!

Candidíase: Quais as causas?

O fungo que causa a candidíase geralmente vive no organismo humano, mas o sistema imunológico é capaz de evitar a sua proliferação exagerada, que quando acontece gera a infecção. Então, a principal causa da candidíase é justamente o enfraquecimento do sistema imunológico, que é muito comum quando há:

Caso você não saiba, a candidíase é muito comum na região genital, mas também pode se desenvolver em outras partes do corpo como por exemplo, pele, boca ou intestino!

Candidíase: Tratamento

O tratamento para candidíase genital nos homens e mulheres é muito semelhante! Quase sempre o médico vai indicar o uso de pomadas antifúngicas para ser aplicada 2 ou 3 vezes por dia. É importante compreender que tanto a pomada, quanto o tempo de duração pode variar bastante, ou seja, é indispensável seguir completamente a indicação médica!

Se depois de 2 semanas de tratamento os sintomas não desaparecerem, o mais indicado é buscar novamente o médico, porque provavelmente o medicamento vai precisar ser trocado ou em alguns casos, trocar também o tipo de medicamento para comprimidos antifúngicos.

Apesar de ser um trabalho redobrado, isso é indispensável porque o tratamento precisa ser eficiente para combater totalmente a infecção.

Candidíase: Como prevenir?

Seguindo as orientações dos especialistas, as pessoas conseguem se prevenir melhor, afastando os riscos de ter candidíase. Os principais cuidados são:

Todas estas orientações ajudam a acelerar o tratamento! Além deste cuidados, a pessoa deve buscar hábitos saudáveis para favorecer o fortalecimento do sistema imunológico. A principal atitude é evitar ao máximo alimentos e bebidas com excesso de açúcar.

Como saber se estou com candidíase?

Esta infecção deixa uma série de sinais e sintomas! Então, se você estiver com algum destes que vamos listar abaixo, pode ser um indicador de candidíase, são eles:

Os sintomas de candidíase parecem simples de identificar, mas mesmo que você apresente estes sinais ou sintomas, também existem outros problemas genitais com características parecidas como por exemplo, vaginite, herpes e/ou gonorreia.

Então, a forma mais confiável de confirmar o diagnóstico é que as mulheres consultem um ginecologista, e os homens consultem o urologista. Na consulta, o diagnóstico é apenas um dos fatores importantes, visto que o especialista também vai te orientar sobre os hábitos que podem estar favorecendo o desenvolvimento do problema!

A candidíase pode ser curada tranquilamente, então você deve buscar a orientação adequada e evitar todos os fatores de risco que citamos ao longo do artigo. Espero que tenham gostado das informações e se tiver ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder com maior prazer!

Sobre o autor

Autor Bruno

Bruno Morgado é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário