O tema deste artigo é o perigoso e silencioso sedentarismo! Vamos falar o que é sedentarismo e as suas consequências. Também vamos explicar quais são os riscos do sedentarismo na adolescência e mostrar como o sedentarismo e obesidade estão interligados.

O que é sedentarismo?

A pessoa é considerada sedentária quando há uma falta ou diminuição brusca na prática de atividade física regular. O sedentarismo é classificado como uma prática de atividade física semanal leve e inferior a 150 minutos.

É importante compreender que o sedentarismo está relacionado apenas à ausência ou baixa realização de atividades que não aumentam consideravelmente o gasto energético acima do nível de repouso. Quer dizer que se a pessoa não pratica nenhum tipo de esporte ela é sedentária? A resposta é não, existem pessoas que exercem funções profissionais que requerem bastante esforço físico, e nestes casos, ela não é classificada como sedentária.

Sedentarismo e obesidade

Saiba o que é sedentarismo e quais os riscos!

Sedentarismo: Classificação

Para um indivíduo não ser classificado como um sedentário, ele deve realizar atividades físicas de intensidade moderada pelo menos 5 vezes por semana e estas atividades devem ter duração mínima de 30 minutos. Se a atividade física realizada for de alta intensidade, a pratica deve ser pelo menos 3 vezes por semana e com duração mínima de 20 minutos.

Atividade física ou exercício físico?

Aqui no site já falamos sobre a diferença entre atividade física e exercício físico, e caso queira se aprofundar mais neste assunto, indicamos esta leitura complementar. Mas basicamente a atividade física é qualquer movimento corporal que é produzido pelo corpo, gerando um gasto energético. Por outro lado, o exercício físico basicamente é algo organizado, planejado, estruturado e com algum objetivo específico.

Quais as consequências do sedentarismo?

A lista de consequências do sedentarismo é bem alta! Veja como a falta de atividade física pode colocar a sua saúde em risco e prejudicar demais a sua qualidade de vida.

  • Aumento nos riscos de doenças cardiovasculares
  • Aumento nos riscos de Diabetes tipo 2
  • Desenvolvimento de dores nas articulações
  • Redução da força muscular
  • Redução da flexibilidade articular
  • Aumento no acúmulo de gordura nas veias e artérias
  • Aumento no peso corporal, levando à obesidade
  • Surgimento de problemas com roncos e apneia durante o sono
  • Redução da aptidão física
  • Enfraquecimento do sistema imunológico
  • Redução das capacidades cardiorrespiratórias
  • Aumento nos riscos de doenças respiratórias

Sedentarismo: Fatores de risco

Quando a pessoa que já leva uma rotina sedentária ainda tem hábitos alimentares poucos saudáveis, as chances de ter problemas graves de saúde e desenvolver várias doenças são enormes. Os especialistas alertam que as pessoas sedentárias são muito mais propensas a sofrer com problemas de pressão arterial, diabetes, ansiedade, obesidade e infarto.

Sedentarismo e obesidade

Como já foi dito ao logo do artigo, o sedentarismo é um dos principais causadores da obesidade, visto que a falta de atividade física regular faz com que a pessoa tenha mais facilidade de acumular gordura. Este problema que já é grave entre os adultos, pode ser ainda pior em caso de sedentarismo infantil e sedentarismo na adolescência! A criança e o jovem que sofre deste problema certamente terá complicações graves no futuro caso o problema não seja tratado.

Como evitar o sedentarismo?

Para evitar o sedentarismo é bem simples, você deve realizar atividade física regularmente de 3 a 5 vezes semanais dependendo da intensidade da mesma. Observe a duração e respeite os limites do seu corpo, não pense em recuperar todo o tempo perdido de uma vez só, porque isso certamente terá efeitos colaterais graves.

Quando falamos em praticar atividades esportivas, estamos falando de qualquer modalidade, ou seja, nadar, correr, jogar futebol, vôlei, basquete, caminhar, pedalar, etc. A modalidade em si não importa, desde que você faça com moderação e de preferência, com a orientação de um Educador Físico.

O sedentarismo na atualidade

Este problema está diretamente relacionado com a vida moderna e geralmente pode ser evitado com pequenas mudanças diárias. Você já pensou como os carros, elevadores, controles remotos e escadas rolantes nos deixaram cada vez mais inativos? Da mesma forma que a tecnologia nos traz comodidade e praticidade, ela pode tirar nossa saúde, por isso precisamos compensar de alguma forma esta falta de atividade física para realizar as tarefas que demos exemplo, pense nisso!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)