Bocejar não é uma ação exclusiva dos seres humanos, o bocejo é comum entre os cães, gatos, pássaros e acredite, até as cobras bocejam. Talvez você não saiba, mas desde quando você estava no útero da sua mãe, você já bocejava. Neste artigo vamos falar porque bocejamos e porque quando alguém boceja perto da gente, também bocejamos mesmo sem estar com sono.

Bocejar, o que é?

Quando um indivíduo boceja, fisiologicamente e anatomicamente acontece um alongamento dos músculos da mandíbula, aumentando o fluxo sanguíneo na cabeça, no pescoço e no rosto. Durante o bocejo, também há um aumento no fluxo de ar através das cavidades oral e nasal.

Porque bocejamos?

Existem várias teorias sobre bocejar e até então nenhuma é totalmente confirmada, mas vários estudos são realizados todos os anos para descobrir a razão disso. Agora vamos apresentar quais são as 3 principais teorias sobre o bocejo!

Porque bocejamos quando alguém boceja?

Porque sentimos vontade de bocejar?

Bocejar: Aumento dos níveis de oxigênio no sangue

A primeira teoria usada para explicar porque bocejamos segue alguns estudos que dizem que o bocejo faz com que a pessoa inspire uma quantidade maior de ar e com isso, mais oxigênio chega e mais gás carbônico sai. Em um estudo realizado na década de 80, os resultados mostraram que bocejar não promove nem o aumento e nem a redução dos níveis de oxigênio e gás carbônico no sangue e este grupo de cientistas afirma que o bocejo não tem nenhuma relação com este aumento da oxigenação do sangue.

Bocejar: Aumento a excitação corporal

A segunda teoria usada para explicar porque bocejamos segue alguns estudos que observaram em várias espécies os efeitos do bocejo. Segundo estes estudos, bocejar não é algo aleatório, mas sim uma ação que acontece em um momento estratégico que geralmente antecede momentos importantes. Para este grupo de cientistas, o bocejo ajuda a elevar o estado de alerta e concentração que é tão importante em situações como por exemplo, entrevista de emprego e provas na faculdade.

Bocejar: Resfriar a temperatura do cérebro

A terceira teoria usada para explicar porque bocejamos segue estudos que afirmam que a função do bocejo é a termorregulação do cérebro. Estes estudos observaram a temperatura e a velocidade do fluxo sanguíneo, além do metabolismo do organismo. E de acordo com os resultados, ao bocejar o fluxo sanguíneo ajuda a resfriar o cérebro.

Em um outro estudo realizado com camundongos no ano de 2010, a pesquisa descobriu que antes de um bocejo há sim um aumento na temperatura do cérebro, e continuando o estudo, descobriram que houve uma diminuição imediata depois do bocejo. Então quer dizer que o resfriamento do cérebro é a razão de bocejar? Ainda não é correto afirmar isso, apesar de vários estudos mostrarem que conforme a temperatura exterior aumenta, maior é a vontade de bocejar, mas quando a temperatura é menor, a vontade de bocejar também diminui.

É importante reafirmar que ainda não existe comprovação científica sobre nenhuma teoria, então é comum você encontrar pessoas que vão defender uma ou outra. Certamente os estudos vão continuar até resolver este enigma, mas como bocejar não causa nenhum risco para a saúde, você não precisa se preocupar se está bocejando muito ou pouco durante o dia!

Porque bocejamos quando alguém boceja?

Existem pessoas que afirmam que bocejar é contagioso e isso é algo a ser pensado. Certamente você já bocejou ao ver alguém bocejar e isso é mais comum do que parece. Em um estudo realizado no ano de 2007, dois grupos foram formados com as mesmas pessoas e eles estavam assistindo vídeos de pessoas bocejando. No primeiro momento o grupo foi orientado a respirar tanto pelo nariz quanto pela boca e depois apenas pelo nariz. Os resultados mostraram que quando respiravam apenas pelo nariz, não bocejavam ao ver outra pessoa bocejar.

Bocejar é contagioso ou não?

Porque bocejamos ao ver outra pessoa bocejar também gera opiniões distintas, e os estudos já realizados ainda não foram capazes de bater o martelo e definir uma razão exata, mas a maior teoria é que tenha relação com empatia, isso mesmo!

Para defender esta teoria, exames de ressonância magnética dos cérebros de pessoas que estavam bocejando mostraram que as áreas envolvidas com o processamento das emoções foram ativadas durante o bocejo, tanto da pessoa que bocejou, quanto das outras pessoas que estavam vendo. Com isso, os pesquisadores entenderam que isso está relacionado com a capacidade que temos de nos colocarmos no lugar de alguém.

Outros estudos foram realizados e mostraram que aproximadamente 60% das pessoas tem esta ação de bocejar quando alguém boceja, mas este número pode variar bastante. Os pesquisadores afirmam que quanto convívio e mais afinidade você tiver com aquela pessoa que bocejar, maiores são as chances de você bocejar também.

Novos estudos ainda precisam ser realizados para aprofundar ainda mais neste assunto, mas com o passar dos anos, as descobertas estão cada vez mais fundamentadas e pode ser que em breve, a causa e relação com o bocejar de outra pessoa possa ser totalmente descoberta!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

2 comentários para “Porque bocejamos? Bocejar é contagioso?”

  1. Vivi

    Muito interessante, recomendo

    Responder
    • Bruno

      Agradeço o comentário e elogio, espero que continue nos seguindo e que possamos passar sempre boas informações!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)