O hábito de fumar é extremamente perigoso e pode causar muitos danos para o organismo, principalmente no sistema respiratório. Aqui no Buscar Saúde tem um artigo completo falando das principais doenças causadas pelo vício em cigarro, vale a pena conferir para se informar sobre os riscos!

Filhos de fumantes: Quais os riscos?

Em um estudo realizado pela Sociedade Americana do Câncer, o resultado alarmante mostrou que as crianças que convivem com pais ou familiares fumantes, tem muito mais riscos de desenvolver graves problemas pulmonares e vasculares durante à infância.

Dentre os problemas mais comuns, podemos citar asma, alterações na pressão sanguínea e o câncer. Este estudo mostrou que estes riscos existem mesmo que essas crianças não venham a fumar na vida adulta, o que chamou à atenção de todos os seguidos da American Journal of Preventive Medicine.

O que é bebê fumante?

De acordo com os envolvidos, este é o primeiro estudo que mostrar cientificamente a associação entre a exposição da criança à fumaça de cigarro e os problemas pulmonares. Há um bom tempo o termo bebê fumante é bastante usado para alertar os pais sobre os riscos de fumar perto dos filhos.

Porém, à medida que os bebês crescem, a preocupação acaba diminuindo e isso é perigoso, porque os danos continuam afetando a saúde das crianças, assim como mostrou o estudo citado!

Bebe fumante, fumante passivo, o que é?

Conheça as consequências de conviver com um fumante!

Fumante passivo, o que é?

Este termo é usado para as pessoas que não fumam, mas convivem muito tempo com fumantes. Um estudo americano observou a saúde de aproximadamente 70 mil pessoas, entre homens e mulheres que não fumavam.

Estas pessoas foram observadas durante 2 décadas, sendo que aproximadamente 30% destes indivíduos já tinham falecido antes mesmo da pesquisa ser concluída. Após a conclusão do estudo, os resultados mostraram uma maior incidência de complicações pulmonares entre as pessoas que conviveram com um adulto fumante.

Os resultados ainda mostraram que as crianças que ficaram expostas à fumaça de cigarro por dez horas ou mais semanais, tiveram um aumento considerável no risco de morte por doença pulmonar na vida adulta. Os principais problemas foram:

Baseado em todos estes resultados, a conclusão do estudo alertou sobre os riscos evidentes de condenar a qualidade de vida dos bebês e das crianças! Os especialistas indicam que o hábito de fumar seja totalmente evitado para proteger a saúde dos filhos.

Tabagismo, o que é?

Para você entender como este problema é grave, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o tabagismo é a principal causa de morte evitável em todo o mundo. A Organização Mundial da Saúde indica que aproximadamente 40% da população mundial adulta seja fumante, ou seja, são mais de duas bilhões de pessoas!

Em todo o mundo, cerca de 45% dos homens e 12% das mulheres são fumantes. E os estudos mostram que nos países em desenvolvimento, os homens fumantes são cerca de 45% e as mulheres são cerca de 8%. Um fator curioso é que nos países mais desenvolvidos, o número de mulheres fumantes é incrivelmente maior, sendo aproximadamente 25% fumantes, e entre os homens é aproximadamente 40%.

Estes estudos citados neste artigo são apenas relacionados aos fumantes passivos, que são as pessoas que acabam prejudicadas pelo péssimo hábito de um fumante. Entretanto, o ideal é largar de vez o vício do cigarro, pois assim tanto o fumante, quanto as pessoas que convivem com o fumante podem ser beneficiados.

Se tiver ficado alguma dúvida sobre o tema ou se tiver alguma sugestão, deixe nos comentários que iremos responder com maior prazer. Toda dúvida pode ser bem vinda e quem sabe ela não vire um tema para um artigo aqui no Busca Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)