Labirintite, o que é? Sintomas e Tratamento!

Escrito na categoria "Hábitos saudáveis" por Bruno.

O tema do artigo de hoje é labirintite, mas será que você sabe o que é labirintite? Existem pessoas que se queixam constantemente de tontura e visão embaçada, que são dois dos sintomas de labirintite. Neste artigo vamos mostrar quais as causas e tratamento da labirintite.

Labirintite: O que é?

A labirintite é uma infecção do canal do ouvido que recebe o nome de labirinto, este canal é composto pela cóclea e pelo vestíbulo. Esta infecção tende a prejudicar principalmente o equilíbrio corporal, mas em vários casos ela também afeta a audição do indivíduo.

A labirintite faz com que a cóclea e/ou o vestíbulo não funcionem corretamente, deixando o cérebro bem confuso por receber informações imprecisas a respeito da posição exata do corpo. Exatamente por isso é muito comum sentir uma sensação de rotação, queda ou flutuação.

A labirintite é mais comum entre as pessoas com mais de 45 anos de idade, mas segundo os dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), o número de casos de labirintite em pessoas mais jovens tem crescido bastante!

Sintomas de labirintite

Conheça as principais causas de labirintite e saiba como se prevenir!

Labirintite: Causas

É importante deixar bem claro que qualquer pessoa pode ser afetada pela labirintite. Isso é facilmente explicado quando observamos a enorme lista de possíveis causadores deste problema.

Labirintite: Quais os tipos?

Labirintite: Quais os fatores de risco

Vários outros fatores podem favorecer o desenvolvimento da labirintite. Portanto, para prevenir é importante saber todos os fatores de risco, que são:

Sintomas de Labirintite

É importante ficar atento aos sintomas da labirintite, porque quanto antes o problema for diagnosticado, mas eficaz será o tratamento e combate à infecção.

Se você sentir 2 ou mais destes sintomas, existe uma enorme chance de estar com labirintite. A pessoa que desconfiar deste problema deve buscar a ajuda médica imediatamente, para iniciar a avaliação necessária para confirmar ou não o problema!

Labirintite: Diagnóstico

O especialista mais indicado para avaliar a labirintite é o otorrinolaringologista, que é um médico especializado em doenças do ouvido, nariz e garganta. Possivelmente ele irá fazer uma série de perguntas sobre os sintomas e quando começou a nota-los, então é importante ter essas respostas para facilitar o diagnóstico. O médico também pode solicitar outros exames para confirmar o seu diagnóstico. Os exames mais comuns para diagnosticar labirintite são:

Labirintite: Tratamento

Depois que o diagnóstico confirma a labirintite, o médico indica o tratamento mais adequado. O tratamento da labirintite geralmente consiste em 3 etapas, que devem ser seguidas exatamente como o médico orientou!

Remédios para labirintite

Existem vários remédios para labirintite no mercado, mas nenhum deles deve ser usado sem a prescrição médica. Os tratamentos podem variar dependendo da intensidade e da causa, portanto, jamais se automedique, interrompa o uso do medicamento ou altere as doses sem antes consultar um médico.

As pessoas que não seguem estas orientações, além de não conseguir tratar corretamente o problema, estão correndo sérios riscos de vida, porque os efeitos colaterais de um medicamento podem ser gravíssimos!

Labirintite: Como conviver com o problema?

Vários estudos mostram que se manter fisicamente ativo pode ajudar o paciente com labirintite a melhorar. Sendo assim, busque sempre realizar exercícios físicos caseiros que não exigem tanta noção de equilíbrio. Aos poucos, o equilíbrio vai melhorar e os exercícios podem ter níveis mais avançados!

O que fazer durante a crise de labirintite? Podemos dizer que as recomendações são bem simples! Siga os passos a seguir:

Labirintite: Possíveis complicações

A complicação mais comum da labirintite é a perda permanente da audição. Isso acontece principalmente nas crianças que desenvolveram a labirintite bacteriana a partir da meningite.

Labirintite: Como prevenir?

Para se prevenir é bem simples, você deve evitar ao máximo os fatores de risco que foram citados. Mudanças de hábito para rotinas mais saudáveis também são importantes, porque assim é possível melhorar o funcionamento do sistema imunológico e combater com mais eficácia as infecções causadas por vírus e bactérias.

Controle o consumo de bebidas alcoólicas, evite fumar, mantenha os níveis de colesterol, adote uma boa rotina alimentar, pratique atividades físicas regularmente, evite ambientes com som extremamente alto e controle o estresse e ansiedade!

Caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que teremos o maior prazer em responder!

Sobre o autor

Autor Bruno

Bruno Morgado é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

2 comentários para: “Labirintite, o que é? Sintomas e Tratamento!”

  • Jivago Zanela Negrao Fernandes Robles

    Termos simples, fácil entendimento

    Responder
    • Bruno

      Obrigado pelo comentário, fico feliz que esteja simples de compreender!

      Responder

Deixe um comentário