Dipirona para que serve? Quando devo tomar?

Escrito na categoria "Hábitos saudáveis" por Bruno.

Praticamente todo mundo tem dipirona em casa, mas será que você sabe quando deve tomar dipirona? Neste artigo o Buscar Saúde vai te explicar para que serve a dipirona, como e quando você deve tomar, além de mostrar os principais efeitos colaterais em caso de medicação inadequada.

Dipirona: Para que serve?

A dipirona é um tipo de medicamento analgésico, antipirético e espasmolítico. Ela frequentemente é usada para o tratamento de febre e dores, que geralmente são causadas por exemplo, por gripes e resfriados.

Você pode comprar a dipirona em qualquer farmácia perto da sua casa! Os nomes mais comuns dos medicamentos são Nofebrin, Anador, Novalgina, Baralgin e Magnopyrol. A dipirona pode ser vendida em gotas, comprimidos, supositório ou até mesmo como solução injetável.

Para que serve a dipirona?

Saiba quando deve tomar dipirona sem riscos para a saúde!

Dipirona: Como tomar?

Leia atentamente essa parte do artigo, porque uma dosagem errada de qualquer medicamento pode causar efeitos colaterais graves. Se for tomar o comprimido de dipirona a orientação é:

Se for tomar dipirona em gotas de 500 mg/mL a orientação é:

É muito importante ficar atento quando for dar remédios para as crianças, porque neste caso a dosagem é bem diferente, sendo necessário adaptar ao peso e idade de cada um. Então siga as observações abaixo:

Se for tomar dipirona em gotas de 50 mg/mL a orientação é:

Assim como no caso anterior, é muito importante ficar atento quando for dar remédios para as crianças, porque a dosagem também é bem diferente. Para adaptar ao peso e idade de cada, siga as orientações a seguir:

Um aviso importante! As crianças menores de 3 meses de idade ou pesando menos de 5 kg, jamais devem ser tratadas com Dipirona. É importante frisar que a dosagem pode variar de acordo da necessidade do tratamento.

Por isso os valores apresentados neste artigo são uma base e não devem ser usados como regra. Consulte sempre um médico para saber qual o melhor tratamento para o seu caso.

Dipirona: Supositório

O supositório é aplicado por via retal e caso o supositório de dipirona esteja amolecido por causa do calor, antes da aplicação você colocar a embalagem fechada por alguns segundos em água gelada, justamente para que o supositório volte a ter a sua consistência original.

Lembre-se que antes de aplicar o supositório, você deve lavar bem as mãos para evitar contaminação. Caso você não saiba, a nossa mão é uma das partes mais sujas do corpo, porque tocamos objetos imundos várias vezes ao dia. Já falamos sobre isso aqui no Buscar Saúde, sugerimos que leia mais sobre o assunto.

Com as mãos bem limpas você deve tirar o supositório da embalagem e usando o polegar mais o indicador deve afastar as nádegas, em seguida basta introduzir o supositório no orifício anal.

Dipirona: Solução injetável

Como falamos no início do artigo também temos a dipirona injetável, que pode ser aplicada por via intravenosa ou intramuscular, sempre por uma pessoa capacitada. Entender que a aplicação intravenosa inadequada pode ser muito perigosa, é o primeiro passo para você evitar riscos com medicamento!

Novamente seguimos aquele aviso importante! Jamais dê dipirona para as crianças menores de 3 meses de idade ou pesando menos de 5 kg. Portanto, para evitar erros siga as orientações da lista abaixo:

Efeitos colaterais da dipirona

Ninguém está livre dos possíveis efeitos colaterais dos medicamentos, por isso é fundamental respeitar as orientações médicas. Jamais mude um medicamento ou a dosagem sem antes consultar o seu médico, acredite isso pode ser fatal. De acordo com os especialistas, os principais efeitos colaterais da dipirona são:

Quem não deve tomar dipirona?

A lista de pessoas que não devem tomar dipirona cita as gestantes, mulheres que estão amamentando, pessoas com alergia à dipirona sódica, asmáticos, pessoas com problemas no fígado e pessoas com deficiência congênita da glicose-6-fosfato-desidrogenase.

Vale lembrar que todas as informações passadas neste site são de caráter informativo e educativo. Portanto, você jamais deve mudar as recomendações médicas por nenhuma informação que ler na internet

A orientação médica é fundamental para garantir a sua boa saúde e qualidade de vida. Se conhece alguém que tem dúvidas sobre dipirona, envie este artigo para essa pessoa. Nos ajude a compartilhar essas importantes informações!

Sobre o autor

Autor Bruno

Bruno Morgado é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário