Cada dia mais as pessoas estão buscando informações sobre a Síndrome de Down e isso é algo muito importante! Conhecer e compreender quais são as características da Síndrome de Down, pode te livrar de várias informações mentirosas e tendenciosas. Ao pesquisar sobre este tema, encontramos dúvidas frequentes e resolvemos fazer este artigo mostrando quais são os principais mitos e verdades sobre a Síndrome de Down.

Síndrome de Down: Comunicação

Muitas pessoas imaginam que quem nasceu com a Síndrome de Down não consegue falar normalmente, mas isso não é verdade, exceto quando houver alguma outra complicação específica como por exemplo, problemas nas pregas vocais.

As pessoas precisam entender que há um atraso no desenvolvimento da linguagem. É correto afirmar que não se sabe quando a criança irá começar a falar e muito menos como será o desenvolvimento da linguagem. Porém, as crianças diagnosticadas com Síndrome de Down vão conseguir conversas sim, mas elas podem demorar um pouco mais para aprender a falar.

As pessoas com Síndrome de Down não são capazes se comunicar por outro meio que não seja a fala? Este é outro mito muito comum sobre a comunicação, porque a comunicação não verbal é a primeira maneira de comunicação que elas aprendem!

O que é Síndrome de Down?

Quais as limitações das pessoas com Síndrome de Down?

Síndrome de Down: Locomoção

Da mesma maneira que a criança com Síndrome de Down pode demorar um pouco mais para aprender a se comunicar através da fala, naturalmente ela também pode demorar um pouco mais para conseguir andar, mas isso não quer dizer que ela nunca vá andar!

É importante frisar que existem casos em que a criança com Síndrome de Down apresenta malformações nos membros inferiores, precisando usar cadeira de rodas, mas estes casos são bem raros entre a população com Síndrome de Down.

Síndrome de Down: Personalidade

As pessoas pensam que o indivíduo com síndrome de Down está sempre calmo e é carinhoso com qualquer pessoa, mas isso não é verdade. A formação da personalidade e da afetividade, acontece da mesma forma que em uma pessoa sem a Síndrome de Down.

O que acontece e passa essa impressão errada, é que como a pessoa com Síndrome de Down preserva grande parte das características da infância, ela tende a ser bem carinhosa e alegre, mas isso não significa que vai apresentar estas características o tempo todo.

Jamais reduza a personalidade de uma pessoa por ela ter Síndrome de Down, porque indiferente desta condição especial ela tem sonhos, personalidade, alegrias e tristezas como qualquer outra pessoa.

Síndrome de Down: Sexualidade

As pessoas com Síndrome de Down não têm a sexualidade mais afloradas como dizem por aí. Assim como todos os jovens, quando eles atingem à puberdade, é natural que sintam mais curiosidade sobre relacionamentos e querem conhecer melhor seus corpos.

Agora entenda este problema. Se para as pessoas sem Síndrome de Down o assunto sexualidade é um tabu, imagine como é difícil a questão da educação sexual para as pessoas com Síndrome de Down. Ainda existem muitas barreiras que precisam ser quebradas!

Síndrome de Down: Sistema imunológico

É verdade que as pessoas com Síndrome de Down adoecem mais facilmente? Esta afirmação infelizmente é verdade! Isso acontece por causa da baixa resistência imunológica, ou seja, é muito comum que as crianças com Síndrome de Down adoeçam com mais frequência, sendo que os problemas mais comuns são respiratórios e digestórios. É preciso informar que os riscos vão diminuindo à medida o indivíduo fica mais velho.

Síndrome de Down: Escola e trabalho

Todas as pessoas com Síndrome de Down precisam frequentar escola especial? Na verdade não, mas é importante compreender que lá ela vai ter o apoio e a atenção devida, e na escola convencional possivelmente isso não irá acontecer.

Caso a escola tenha bom histórico de apoio à alunos com necessidades especiais, é interessante manter a criança com Síndrome de Down nesta instituição porque a interação social é muito importante. Porém, certifique-se que os professores estão respeitando as diferenças e se o aprendizado está sendo significativo!

Quanto ao emprego, saiba que as pessoas com Síndrome de Down tem total condição de trabalhar em vários ambientes de trabalho. Como falamos, eles podem levar um pouco mais de tempo para aprender as funções, mas certamente vão desempenhá-las da melhor maneira possível.

Síndrome de Down: Atividades físicas

As pessoas com Síndrome de Down possuem baixo tônus muscular, mas isso não impede que elas possam praticar atividades físicas. Na verdade elas não só podem, como devem se exercitar porque os exercícios físicos oferecem muitos benefícios!

É importante ter orientação de um Educador Físico, porque ele saberá adaptar às atividades para as condições de cada um. É importante compreender que a pessoa com Síndrome de Down pode apresentar dificuldade por conta da fraqueza muscular, então a intensidade deve ser muito bem orientada!

Encerramos aqui este artigo e queremos dizer que o respeito é o principal ato que podemos ter para conviver com as pessoas com Síndrome de Down. Como dizemos, oferecendo as oportunidades certas e dando o tempo adequado para o aprendizado, eles podem interagir e desempenhar as atividades do dia a dia.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)