Através do IMC é possível identificar pessoas com problemas de peso. O IMC pode ser usado para mostrar que uma pessoa está com sobrepeso ou até mesmo obesidade, mas como calcular IMC? Neste artigo vamos explicar o que é IMC e mostrar como calcular o índice de massa corporal.

IMC: O que é?

Para quem ainda não sabe, a sigla IMC é usada para simplificar o termo Índice de Massa Corporal. O IMC é usado para classificar o peso do indivíduo em relação à sua altura e com isso, a pessoa descobre se está abaixo, acima ou dentro do peso ideal.

IMC: Qual a importância?

É importante frisar que quando a pessoa não está dentro da classificação de peso ideal, ela precisa buscar isso imediatamente, porque tanto as pessoas que estão abaixo do peso e principalmente as que estão acima do peso, estão correndo sérios riscos de saúde.

As pessoas que estão abaixo do peso correm riscos de doenças relacionadas com a desnutrição. Já as pessoas que estão acima do peso, os riscos são AVC, infarto e vários problemas articulares!

Como calcular IMC? O que é IMC?

Saiba se você está dentro do peso ideal através do IMC!

Como calcular o IMC?

Para fazer o cálculo do IMC é bem simples! Para isso você deve seguir basicamente apenas esta fórmula: Peso ÷ altura ao quadrado! Para facilitar ainda mais o entendimento, siga este exemplo a seguir de um homem de 1,68 metros de altura que pesa 51 kg, que no caso sou eu!

  • IMC = 51 ÷ 1,68²
  • IMC = 51 ÷ 2,82
  • IMC = 18,08

Apesar de não ser a forma mais precisa de indicar a quantidade de gordura, o IMC é a maneira mais rápida e popular de indicar e classificar a massa corporal. Sendo assim, está ainda é a fórmula mais usada para calcular o índice de massa corporal de adultos saudáveis.

Como avaliar os resultados do IMC?

Depois que a pessoa tiver feito o cálculo, ela precisa comparar o resultado com os dados da classificação que vamos mostrar a seguir. Vale ressaltar que esta classificação está de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS).

  • Abaixo de 17 – Muito abaixo do peso
  • Entre 17 e 18,49 – Abaixo do peso
  • Entre 18,5 e 24,99 – Peso normal
  • Entre 25 e 29,99 – Acima do peso
  • Entre 30 e 34,99 – Obesidade I
  • Entre 35 e 39,99 – Obesidade II (severa)
  • Acima de 40 – Obesidade III (mórbida)

Agora você já sabe como classificar o seu IMC! Entenda que existem graves riscos à saúde quando não permanece dentro do peso ideal, e é isso que vamos mostrar na sequência do artigo. Veja detalhadamente cada classificação e os seus respectivos riscos.

  • Muito abaixo do peso – Queda de cabelo, infertilidade e ausência menstrual
  • Abaixo do peso – Fadiga, estresse e ansiedade
  • Peso normal – Riscos mínimos de doenças cardiovasculares
  • Acima do peso – Fadiga, complicações circulatórias e varizes
  • Obesidade Grau I – Diabetes, angina, infarto, infarto, AVC e aterosclerose
  • Obesidade Grau II – Infarto, AVC, apneia do sono e falta de ar
  • Obesidade Grau III – Refluxo, imobilidade, diabetes, infarto e AVC

Todas as pessoas devem seguir essa dica que vamos passar, mas é claro que as que não estão dentro do peso ideal precisam fazer isso com mais urgência! Se você calculou o seu IMC e viu que está fora do peso adequado, você precisa adequar a sua alimentação e acrescentar exercícios físicos regulares para chegar ao peso mais indicado para sua altura e idade.

No caso das pessoas abaixo do peso ideal, talvez seja necessário aumentar o consumo de alimentos ricos em nutrientes essenciais, mas em ambos os casos o mais indicado é buscar a orientação de um nutricionista para planejar a sua nova rotina alimentar!

Quanto ao exercício físico, o Educador Físico saberá te orientar sobre os tipos de treinos e sessões de acordo com o seu objetivo, necessidade e limitação! Jamais inicie qualquer tipo de atividade física sem obter a liberação médica para se exercitar, principalmente se estiver saindo do sedentarismo.

Limitações do IMC

Como foi dito, a classificação através do IMC não é 100% precisa, visto que por deste método não é possível separar a massa magra da massa gorda. Portanto, se uma pessoa muito musculosa fizer o cálculo através do IMC, ela pode ser classificada com sobrepeso, mas na verdade o excesso de peso dela é por causa do tamanho dos músculos. Então, se você quer saber qual o seu percentual de gordura, você precisa fazer a avaliação através da medição das dobras cutâneas!

Saiba que é muito importante ter uma certa quantidade de gordura acumulada no organismo. Ela é a nossa reserva energética, que é fundamental quando vamos praticar atividade física ou quando estamos doentes! O excesso de gordura já é prejudicial para o fígado e artérias, então é preciso controlar isso!

Chegamos ao final deste artigo e caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que teremos o maior prazer de responder. Se tiver alguma sugestão ou crítica, elas são bem vindas e certamente vão ajudar a melhorar o conteúdo do Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

4 comentários para “IMC, o que é? Como calcular o índice de massar corporal?”

  1. Santina Candida

    Otimo

    Responder
    • Bruno

      Agradeço pelo comentário e fico feliz que você tenha gostado!

      Responder
  2. Santina Candida

    Bom

    Responder
    • Bruno

      Muito obrigado, fico feliz que tenha gostado!

      Responder

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)