Você certamente já viu algumas frases de autoestima nas redes sociais não é mesmo? Mas será que isso funciona? Como lidar com autoestima baixa? Neste artigo, o Buscar Saúde conta com a colaboração da Psicóloga Tainá Mendes, que faz um excelente trabalho na área de psicologia atendendo atualmente, crianças, adolescentes e adultos.

O que é autoestima?

Ao contrário do que muitos pensam, a autoestima está ligada à diferentes fatores que não estão relacionados necessariamente com a beleza. Sabendo disso, podemos dizer que a autoestima está relacionada à pensamentos e comportamentos que temos relacionados a nós mesmos.

Levando em consideração as relações e interações que temos com outras pessoas e com o mundo, estes pensamentos e comportamentos podem ser classificados como autoconceito, que é a opinião acerca de si. Amor próprio ou autovalorização, que é o valor e sentimento que se tem de si. E também a autoconfiança, que é a segurança e o valor que o indivíduo dá a si.

Frases de autoestima podem ajudar?

Saiba como melhorar a autoestima!

Autoestima baixa

Como mostramos até aqui, isso depende da forma como o sujeito se percebe, além do sentimento sobre si mesmo. A formação da percepção sobre si é baseada nas interações sociais com familiares, vida amorosa, ambiente escolar ou profissional e etc.

Portanto, a autoestima comprometida basicamente é uma percepção negativa de si próprio, ou seja, são construções de sentimento e de visão que são baseados na sua vivência!

Sintomas de autoestima baixa

Muitas pessoas não conhecem os principais sintomas de autoestima baixa, então a gente trouxe uma lista com estes sintomas que são:

  • Procurar sempre desculpas ou outros culpados
  • Dificuldade em aceitar as próprias limitações
  • Timidez em excesso
  • Medo da rejeição
  • Busca constante por elogios e reconhecimento externo
  • Preguiça excessiva
  • Procrastinação excessiva
  • Sensação de incapacidade
  • Necessidade de comparação com outras pessoas
  • Competitividade em excesso
  • Dificuldade de lidar com críticas
  • Necessidade de inferiorizar as pessoas
  • Dificuldade de reconhecimento das próprias vitórias e conquistas

É fundamental observar se você nota um ou mais destes sintomas listados, porque a baixa autoestima, assim como a depressão também pode afetar diretamente a sua qualidade de vida.

Autoestima baixa: Tratamento

A pergunta que sempre surge é como eu posso melhorar a autoestima? Saiba que não é simples e muito menos fácil ter a confiança e o amor próprio que auxiliam a autoestima. Porém, a autoestima elevada é benéfica e está diretamente ligada à qualidade de vida do indivíduo.

Sendo assim, buscar estas pequenas mudanças na forma de pensar e agir, podem resultar em novos comportamentos do seu dia a dia, principalmente aqueles que são diretamente afetados pela forma como você enxerga a si mesmo.

Psicoterapia e autoestima

O tratamento e acompanhamento psicológico leva em consideração alguns pilares para trabalhar essa melhoria na autoestima. Entre os principais podemos citar:

  • Buscando o autoconhecimento
  • Identificando as suas qualidades
  • Engajando-se em atividades mais prazerosas
  • Valorizando a sua individualidade

Tudo isso visa melhorar a autoestima para trazer grandes benefícios para a sua vida pessoal, para os seus relacionamentos afetivos, para os seus relacionamentos familiares e para a sua vida profissional. Com a psicoterapia existe a possibilidade de:

  • Conseguir ser você mesmo
  • Aceitar críticas de uma forma mais saudável
  • Entender que não precisa ser perfeito
  • Entender que é normal não saber de tudo
  • Ser mais comprometido
  • Aceitar as mudanças
  • Não sentir necessidade de aprovação
  • Não possuir medo das incertezas
  • Ter mais resiliência

No vídeo abaixo você confere uma reportagem muito interessante sobre a autoestima, e como ela pode influenciar positivamente ou negativamente na sua vida. Vale muito a pena assistir para continuar aprendendo sobre o tema!

E aí, como anda a sua autoestima? Conhece alguém que sofre com este problema? Envie este artigo para todos os seus amigos e familiares, e nos ajude a compartilhar estas importantes informações e dicas, pois elas podem salvar uma vida.

Continue acompanhando as dicas e o trabalho da Psicóloga Tainá Mendes na redes sociais, acessando o Instagram @psitainamendes! Lembre-se que procurar ajuda profissional é uma ótima opção para cuidar de você mesmo, evitando o desenvolvimento de problemas graves!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)