Quem nunca teve câimbra? A resposta para esta pergunta é ninguém! Você certamente já sentiu câimbra pelo menos uma vez na vida, talvez você nem saiba que tenha sentido por não saber identificar e definir bem o que sentiu. Como agir quando sentir câimbra? Grande parte das pessoas tem esta dúvida e o certo é que existem diferentes alternativas para aliviar a dor quando sofremos uma câimbra. Todas estas respostas e muitas dicas para tratar e prevenir as câimbras você confere na sequência do artigo.

Câimbra: O que é?

Esta dor que incomoda bastante é popularmente conhecida pelo nome de câimbra, mas a definição correta seria uma contração involuntária dos músculos. Em várias ocasiões, o tecido muscular não se contrai por completo, neste caso a câimbra é transformada em algo setorizado.

Câimbra: Quais as causas?

O surgimento deste problema pode ser decorrente de inúmeros fatores, a câimbra pode ocorre sem a necessidade de nenhum trauma ou acidente muscular. Ela é bem comum durante ou após um grande esforço do organismo, também surge com bastante frequência durante a noite, principalmente antes de dormir. A desidratação também é outro aspecto que pode desencadear o surgimento das câimbras.

O que é câimbra, como evitar?

As câimbras podem ser prevenidas com uma boa hidratação e tratada com alongamentos e massagem.

Na sequência deste artigo, vamos apresentar todas as possíveis causas do surgimento da contração involuntária muscular. Vejam que as causas variam deste aspectos bem simples, até problemas bem graves.

  • Lesão na medula espinhal
  • Problemas de funcionamento dos nervos
  • Esforço muscular excessivo
  • Falta de nutrientes e minerais
  • Desidratação
  • Problemas de irrigação sanguínea no músculo
  • Gestação
  • Período menstrual
  • Problemas renais
  • Hipotireoidismo
  • Ingestão excessiva de bebida alcoólica
  • Efeitos colaterais de medicamentos

Câimbra: Como prevenir?

A maior parte das câimbras está relacionada com a atividade física! O esforço exagerado é um dos principais fatores que favorecem o surgimento da contração involuntária muscular, sendo assim, é importante controlar o volume e intensidade do seu treino. Algumas atitudes antes, durante e depois de se exercitar podem ajudar na prevenção deste problema

  • Aquecimento – Um bom aquecimento faz com que haja uma ativação dos grupos musculares que serão recrutados na realização do exercício.
  • Hidratação – Como foi dito, a desidratação é uma das causas deste problema. Portanto, manter-se hidratado antes, durante e depois da atividade física é primordial.
  • Alimentação – Jamais consuma alimentos pesados antes de se exercitar. A digestão destes alimentos requer uma grande demanda energética e o mesmo acontece durante um exercício físico, ou seja, ambos acontecendo junto não é o ideal.
  • Banana – É uma fruta excelente na prevenção das câimbras! Por ser um alimento rico em magnésio e potássio ela favorece o equilíbrio iônico das células. Mas ao contrário do que todos imaginam, consumir banana quando está com câimbra não ajuda no tratamento e sim atrapalha, ou seja, ela é indicada como prevenção.

Se você acabou de ingerir alimentos de lenta digestão, o mais indicado é que você aguarde pelo menos 2 horas para iniciar a atividade física. Evite também o consumo exagerado de café e/ou bebidas alcoólicas.

Câimbra: Como agir?

Como já foi dito, a câimbra pode surgir a qualquer momento e saber como agir é muito importante para minimizar as dores e combater esta contração involuntária dos músculos. As alternativas mais simples são:

Massagear o local afetado – Para realizar este tratamento de forma eficiente, é necessário ajustar o corpo em uma posição cômoda, favorecendo a massagem no músculo contraído. Durante a massagem, a força utilizada deve ser moderada e os movimentos devem ser em forma de círculos, visando favorecer a circulação sanguínea no local.

Aplicação de calor – Outra alternativa bem simples e prática é usar uma compressa quente no local da câimbra. A aplicação deve ser de pelo menos 15 minutos, sendo que a aplicação por um período menor pode alterar a eficiência do tratamento. Se a pessoa tiver dentro de casa, esta aplicação de calor pode acontecer com um banho e a combinação de água quente e vapor é muito eficaz.

Beber água A hidratação deve ocorrer como prevenção, mas sabendo que uma das causas principais das câimbras é a desidratação, beber água também ajudará no combate deste problema. Já falamos de hidratação em nosso site, inclusive sobre a escolha de água ou isotônicos, confiram!

Alongamento Um bom alongamento pode relaxar o músculo afetado acabando com a dor. É importante compreender que a câimbra é uma contração, desta forma, o tratamento deve acontecer alongando este músculo afetado. Se possível, realize o alongamento e a massagem ao mesmo tempo.

Considerações finais.

Você não deve se preocupar exageradamente com as câimbras, uma vez que elas são problemas bem comuns. Algumas pessoas sofrem mais que as outras, mas isso está relacionado com a individualidade biológica, que é a forma diferente como cada pessoa responde a diferentes estímulos, estresse e etc.

A câimbra tem duração inferior a 10 minutos, caso você note que o problema persiste por um tempo maior, o mais aconselhado é consultar um médico de confiança com o objetivo de realizar uma avaliação mais detalhada dos músculos da região afetada.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)