Brilho da tela do celular pode causar cegueira?

Escrito na categoria "Hábitos saudáveis" por Bruno.

O uso do celular se tornou quase que uma obrigação em nossas vidas! Para qualquer lugar que você olhar vai ver uma pessoa mexendo no telefone. O Buscar Saúde pesquisou sobre os riscos do uso incorreto do celular, e então resolvemos fazer este artigo para alertar as pessoas que ficam muito tempo no celular, principalmente durante a noite!

Celular: Quais os riscos?

Você sabia que ficar olhando para a tela de um smartphone por muitas horas pode te causar graves problemas de vista? Coçar os olhos, sentir que a vista está ficando embaçada, estes são apenas alguns dos sinais de que você não está cuidado dos seus olhos ao usar o celular.

O efeito negativo desta grande exposição à luz do celular, computador e outros, é chamado de radiação por fototoxicidade! Ficar longos períodos exposto causa danos nas células da retina, podendo causar a degeneração da mácula que é uma área muito importante da nossa visão.

Na sequência do artigo você vai conhecer os principais alertas de usar o celular por muito tempo de forma errada. Veja também como se prevenir destes riscos, evitando problemas mais graves nos olhos.

Problema de vista, quais as causas!

O uso incorreto do celular pode te deixar cego! Saiba com controlar o brilho da tela do smartphone!

Celular: Brilho da tela

Um erro muito comum é deixar o brilho da tela muito forte! Em locais muito claro você precisa do brilho da tela estar alto para conseguir enxergar, mas o grande problema é que a maioria das pessoas não reduz este brilho quando está em ambientes mais escuros.

De acordo com os especialistas a orientação é sempre deixar o brilho do celular no mínimo, porque com isso você vai ficar o menor tempo possível exposto à luz forte da tela.

Atualmente existem várias configurações e aplicativos para controlar melhor esse brilho da tela de acordo com o ambiente em que está. Usar o Modo Noturno é uma ótima forma de evitar danos para sua visão.

Celular: Regra do 20/20/20

Isso é uma coisa bem interessante, mas acredito que pouquíssimas pessoas sabem! Quanto menor for a distância entre os olhos e o que estamos olhando, menor deverá ser o tempo de exposição. Como sabemos que o celular fica sempre muito próximo do nosso rosto, o tempo de exposição deve ser bem controlado.

Estudos mostram que devemos alternar entre olhar para um objeto perto e outro distante, constantemente, mas o que seria essa tal regra? É muito simples! Você deve pensar que depois de 20 minutos olhando para o celular, você precisa desviar o olhar por pelo menos 20 segundos para algum objeto ou paisagem que esteja à pelo menos 20 pés de distância, que seria algo em torno de 6 metros.

Outra orientação importante sobre o uso exagerado do celular é o risco existente no tempo de exposição. O indicado é que depois de 40 ou 50 minutos usando o celular, você faça uma pausa de pelo menos 10 ou 15 minutos. Vale lembrar que essa pausa é sem assistir TV, mexer no computador e etc.

Celular: Distância

Como falamos, quase sempre o celular está muito próximo do nosso rosto e isso favorece demais os danos para nossa visão! Estudos mostram que a distância segura deve ser de aproximadamente 45 centímetros do rosto.

Celular: Resseca os olhos

Quando uma pessoa fica muito tempo olhando para a tela do celular, há um evidente ressecamento dos olhos. Para compensar isso, a pessoa precisa ficar piscando inúmeras vezes, podendo causar uma irritação nos olhos!

Geralmente piscamos em torno de 15 vezes por minuto, e vários estudos já comprovaram que sem situações que precisamos ficar muito focado, essa quantidade de piscadas pode ser até 5 vezes maior.

Se você usa celular com muita frequência principalmente durante a noite, tome bastante cuidado porque você pode estar acabando com a saúde dos olhos. Infelizmente as pessoas não dão à devida atenção, porque este não é um problema que surge da noite para o dia.

Deu para perceber que essa falta de cuidado com uso prolongado do celular pode causar danos graves para a visão não é mesmo? Evitar o uso excessivo e controlar o brilho da tela enquanto usa são ações indispensáveis. Essa sem dúvidas é uma das melhores maneiras de reduzir os riscos de desenvolver doenças oculares.

Dentre os principais problemas podemos citar a catarata e presbiopia, além de danos irreversíveis na córnea, mácula, cristalino e retina. Em todas estas situações citadas a pessoa pode ter uma perda de visão gradativa, podendo até ficar cega.

Encerramos aqui mais um artigo do Buscar Saúde e queremos saber a sua opinião sobre o artigo. Qualquer crítica ou sugestão é muito importante para melhorar ainda mais o conteúdo do site.

Sobre o autor

Autor Bruno

Bruno Morgado é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário