A dor no olho pode ser causada por vários fatores! E neste artigo vamos explicar quais são os principais problemas relacionados à dor nos olhos. Vamos falar detalhadamente sobre a Blefarite, Uveíte e Glaucoma, mostrando os principais sintomas de cada problema.

Dor no olho: Como agir?

Os olhos são órgãos importantes sendo os responsáveis pela visão. Os olhos são muito sensíveis e por mais protegido que estejam dentro da cavidade óssea e envoltos pelas camadas musculares, é necessário ter bastante cuidado.

Qual lesão próxima aos olhos pode causar algum efeito negativo no funcionamento ideal dos olhos, ou seja, é fundamental evitar que qualquer tipo de objeto estranho entre em contato com os olhos.

Dor nos olhos, quais as causas?

Veja o que pode estar causando dor e coceira nos olhos!

Dor no olho: Quais as causas?

Geralmente a dor nos olhos está relacionada com fatores externos, mas existem casos em que este sintoma é um indício de algum problema interno mais grave. Na sequência do artigo vamos falar das 3 principais doenças que causam bastante dor no olho, a Uveíte, a Blefarite e o Glaucoma!

Dor nos olhos: Uveíte

Esta doença é caracterizada como uma inflamação que provoca bastante dor nos olhos. Neste caso, a inflamação acontece internamente, mais precisamente na camada média do globo ocular.

O nome desta doença é porque a inflamação acontece na úvea, que é uma parte do olho que engloba o corpo ciliar, a íris e a coroide. A principal função é nutrir o olho, fornecendo o fluxo sanguíneo ideal para as demais camadas da retina.

Também é importante compreender que a constituição da úvea faz com que a uveíte possa ser posterior ou anterior. Portanto, depende do local onde a inflamação ocorreu. Os principais sintomas da Uveíte são dor nos olhos, aumento da sensibilidade à luz, visão turva e olhos vermelhos.

Dor nos olhos: Blefarite

Esta doença também é caraterizada por uma inflamação que apesar de ser bem incomoda, ela é inofensiva à visão. Geralmente a Blefarite é causada por uma coceira intensa e constante na região da pálpebra dos olhos, mais precisamente onde crescem os cílios. Além da forte dor, a região afetada fica bastante vermelha e irritada.

Estudos mostram que as causas também estão relacionadas ao crescimento de bactérias na região dos olhos. As pessoas mais propensas a ter este tipo de inflamação são aquelas que têm algum tipo de problema nas glândulas sebáceas, se você não faz ideia do que isso seja, estamos falando das pessoas com tendência de ter pele oleosa e caspas.

Além dos sintomas já citados, a pessoa com Blefarite também pode sentir uma sensação de areia ou queimação na parte interna dos olhos, podendo existir crescimento anormal de cílios, aumento na queda dos cílios e piscadas muito frequentes.

Dor nos olhos: Glaucoma

Sem dúvidas, o Glaucoma é o problema mais comum destes que vamos citar. Esta doença engloba um conjunto com várias doenças oculares que estão relacionadas aos danos causados no nervo óptico, além de irregularidades na pressão intraocular.

Uma das causas deste problema é a utilização de corticoides e/ou colírios que têm a função de dilatação. Entretanto, existe outro problema de saúde muito comum que pode resultar no desenvolvimento do Glaucoma, que é a pressão alta.

Quando a doença não é tratada corretamente, o glaucoma pode causar diversos danos irreversíveis, podendo afetar a capacidade de visão da pessoa e até mesmo causar cegueira! Os sintomas secundários do Glaucoma incluem vermelhidão, vômitos, náuseas, visão turva, nebulosidade e dor nos olhos.

Cuidar da saúde dos olhos é fundamental para afastar estes problemas graves que podem resultar em danos irreparáveis para a nossa visão. O cuidado e proteção adequada da saúde também ajuda a prevenir outras doenças que causam dor nos olhos como por exemplo, conjuntivite, sinusite, ceratite, neurite óptica.

Como os olhos são partes bem sensíveis do nosso corpo, o cuidado seve ser redobrado! Portanto, como a lista de doenças associados à dor nos olhos é muito grande, a dica é buscar a orientação de um oftalmologista logo nos primeiros sintomas.

Com isso encerramos mais um artigo muito interessante aqui do Buscar Saúde e queremos saber qual a opinião de vocês sobre este assunto. Deixe nos comentários a sua opinião e sugestão.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)