Quais os riscos de uma alimentação incorreta? Como faço pra melhorar minha alimentação? Como parar de comer guloseimas? Estas são apenas algumas das perguntas mais comuns de quem quer emagrecer e não consegue. Neste artigo vamos falar como melhorar a sua alimentação.

É cada vez maior o número de pessoas que se alimenta diariamente em fast food ou come muita comida congelada, comida enlatada e/ou comida industrializada. Não é à toa que o número de pessoas com obesidade, câncer, diabetes, problemas no coração e muitas outras graves doenças, também aumenta alarmantemente. Será que isso tem alguma ligação? A resposta é, certamente sim!

Como ter uma alimentação melhor?

Infelizmente, ainda são poucas as pessoas que frequentam um nutricionista regularmente e isso é um grave erro, visto que este profissional pode te ajudar a controlar melhor a sua alimentação e indicar quais são os alimentos mais adequados para melhorar a sua saúde.

Talvez você não saiba, mas existem necessidades diferentes de nutrientes de pessoa para pessoa, ou seja, um alimento que é essencial para você, talvez não seja tão importante para outra pessoa. Justamente por isso, as dietas milagrosas são tão perigosas, porque elas são oferecidas como soluções iguais para todas as pessoas.

Os especialistas indicam que o primeiro passo para melhorar a sua alimentação não é através da restrição, mas sim da organização e controle do que é ingerido. Desta forma, aos poucos você vai substituindo os alimentos menos saudáveis pelo mais ricos em nutrientes e assim, o seu organismo não sente tanto como se tivesse feito uma restrição totalmente drástica e imediata.

Como comer melhor?

Com pequenas mudanças você pode se alimentar melhor e prevenir doenças graves!

Na sequência deste artigo vamos te apresentar 5 excelentes dicas para te ajudar a mudar o seu hábito alimentar e passar a comer melhor.

Qual o motivo para mudar sua alimentação?

É muito importante ter um objetivo e focar nele. Sabemos que não é nada simples mudar a alimentação e abandonar certas guloseimas, mas em grande parte das vezes, as pessoas já começam errado e por isso não conseguem manter a rotina.

Como adiantamos, não é mudando tudo de uma vez que vai ser a solução. O número de pessoas que querem abandonar o consumo de açúcar e carboidratos da noite para o dia é muito alto! Para aproximadamente 90% dessas pessoas, o resultado é uma desistência precoce.

Tirar alimentos ruins e adicionar os bons!

Há praticamente uma unanimidade quanto aos alimentos que fazem muito mal para a saúde. É fundamental evitar ao máximo o consumo de gorduras saturadas, gorduras trans e açúcar. Existem momentos perfeitos para esta substituição, principalmente no café da tarde e na sobremesa que são os momentos em que as pessoas mais exageram nas guloseimas. Os especialista indicam que as pessoas escolham sempre os alimentos ricos em proteínas e fibras como por exemplo, grão integrais e frutas.

Coma menos e mais vezes

Outro erro comum das pessoas é comer exageradamente e depois ficar longos períodos sem se alimentar. Com essa atitude, o metabolismo fica totalmente desregulado e quase sempre há um déficit de nutrientes durante os longos períodos sem se alimentar.

Os especialista indicam que as pessoas se alimentem pelo menos de 3 em 3 horas e escolham sempre os alimentos mais saudáveis. Desta forma, a tendência é fazer aproximadamente 6 refeições diárias, mas em porções bem menores.

Planejar as refeições

Sabemos que grande parte das pessoas tem uma rotina extremamente corrida e isso é sem dúvidas um dos causadores da má alimentação. A falta de tempo para preparar os alimentos, faz com que as pessoas busquem os fast food, que infelizmente são os menos saudáveis.

Se você planejar a sua alimentação desde o momento da compra, as chances de comer alimentos altamente calóricos vão diminuir bastante. Pense nos lanches entre as refeições principais, tenha sempre frutas e alimentos integrais para estas pequenas refeições, as barras de cereais sem açúcar também são ótimas opções!

Tenha paciência

As pessoas querem emagrecer em poucas semanas, os quilos que acumularam por anos. Todo mundo sabe que é mais fácil engordar do que emagrecer, sendo assim, é importante compreender que perder peso não é uma tarefa fácil, mas é sim algo alcançável.

Portanto, é necessário adotar uma reeducação alimentar e praticar bastante atividade física. O acompanhamento tanto do nutricionista, quanto do educado físico é fundamental para buscar este peso ideal. Quanto mais gradativo for o emagrecimento, menores são as chances de recaídas e de sofrer com o terrível efeito sanfona.

Considerações Finais

Respeite os seus limites e principalmente o seu corpo, as dietas restritivas são altamente agressivas e podem causar terríveis efeitos colaterais. Busque uma adaptação à nova rotina alimentar, vá acostumando passo a passo com os novos alimentos e principalmente com a vida fisicamente mais ativa.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)