Bronquite crônica, bronquite asmática, bronquite alérgica, sintomas de bronquite, remédio para bronquite. Neste artigo vamos falar o que é bronquite e explicar cada tipo de bronquite detalhadamente. Conheça as causas da bronquite e saiba como tratar corretamente!

Bronquite: O que é?

A bronquite é caracterizada por uma inflamação dos brônquios, tendo como principais sintomas a tosse e falta de ar. Existem vários tipos de bronquites como por exemplo, bronquite crônica, bronquite asmática e bronquite alérgica, vamos conhecer as características de cada uma delas agora!

Bronquite asmática

É uma inflamação dos brônquios que apresenta acúmulo de secreção. Este tipo de bronquite nem sempre tem cura, mas a boa notícia é que ela pode ser facilmente controlada com uso dos medicamentos corretos.

Remédio para bronquite

Bronquite, o que é e quais as causas?

Bronquite crônica

É uma inflamação dos brônquios que também apresenta bastante acúmulo de secreção. Este tipo de bronquite geralmente dura mais de 3 meses mesmo seguindo corretamente o tratamento adequado.

O remédio para bronquite deve ser prescrito pelo especialista, e em alguns casos pode ser indicado remédio caseiro para bronquite como por exemplo, chás de efeito expectorante. O tratamento com chá tem o objetivo de eliminar as secreções, facilitando a respiração. É importante informar que as chances de cura são maiores quando não existe nenhum tipo de doença pulmonar crônica envolvida.

Bronquite alérgica

Este tipo de bronquite está diretamente relacionada à uma alergia respiratória que não é contagiosa. A bronquite alérgica nem sempre tem cura, mas a pessoa que tomarem as vacinas corretamente podem ter mais controle da reação alérgica, sendo que em vários casos, os pacientes conseguem a cura da doença.

Sintomas de Bronquite

A pessoa deve ficar bem atenta aos sintomas de bronquite, porque se eles não forem combatidos logo no início, a pessoa pode ter crises bem intensas. Os principais sintomas são:

  • Chiado ao respirar
  • Tosse
  • Inchaço nas pernas
  • Formação de catarro branco ou amarelado
  • Falta de ar
  • Falta de apetite
  • Dificuldade para respirar
  • Lábios roxos
  • Pontas dos dedos roxos
  • Cansaço

Se os sintomas persistência e não forem tratados adequadamente, a pessoa pode desenvolver uma pneumonia, complicando o diagnóstico do problema.

Bronquite: Tratamento

Depois de diagnosticar o tipo de bronquite, o médico vai indicar o tratamento mais correto que quase sempre consiste em usar medicamentos broncodilatadores, anti-inflamatórios, corticoides, expectorantes ou mucolíticos. É importante frisar que você jamais deve se automedicar! Então o uso de qualquer remédio para bronquite só deve acontecer quando houver prescrição médica.

Várias atitudes diárias podem favorecer o tratamento da bronquite! O repouso durante as crises é importantes, bem como beber bastante água ou chá, para facilitar a eliminação das secreções.

As pessoas com asma e bronquite devem buscar as atividades físicas, porque elas podem ser importantíssimas para minimizar os sintomas de bronquite. Os especialistas indicam a natação como principal exercício físico para as pessoas com bronquite. É importante frisar que a pessoa com bronquite deve ter orientação de um profissional capacitado, porque a intensidade do exercício deve ser controlada.

Em alguns casos, também é indicado fazer sessões de fisioterapia com o objetivo de aumentar a capacidade respiratória da pessoa, facilitando assim a eliminação das secreções.

Bronquite tem cura?

Na maioria dos casos a bronquite tem cura, mas os idosos, pessoas com doenças cardíacas, pessoas com doenças pulmonares e fumantes podem desenvolver bronquite crônica e com isso, é classificada com um tipo de bronquite sem cura!

Para as pessoas com bronquite crônica, a melhor alternativa é seguir corretamente o tratamento, porque assim é possível diminuir os sintomas, melhorando consideravelmente a sua qualidade de vida.

Bronquite: Quais as causas?

Geralmente as causas da bronquite estão associadas à outras doenças como por exemplo, amigdalite, sinusite crônica, cigarro, alergia, inalação de substâncias tóxicas ou contaminação por bactérias, fungos e vírus.

Normalmente o diagnóstico da bronquite é feito pela observação dos sintomas que pessoa apresenta, além da auscultação pulmonar. Em alguns casos o médico por pedir exames adicionais como por exemplo, raio-x, exame do escarro e a espirometria.

Como falamos ao longo do artigo é importante buscar o médico e conversar sobre os hábitos que podem ajudar no tratamento da bronquite. Caso escolha praticar exercícios físicos, você deve informar ao Educador Físico que tem bronquite, para que ele possa planejar as atividades adequadas para as suas condições.

Encerramos aqui este artigo e caso tenha ficado alguma dúvida, deixe nos comentários que iremos responder com maior prazer.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)