Lesões no skate! Andar de skate é perigoso?

Escrito na categoria "Atividades físicas e lesões" por Bruno Almeida.

Com o constante aumento de praticantes de skate no mundo, principalmente depois das olimpíadas, a preocupação dos pais sobre deixar ou não que os filhos pratiquem este esporte também cresceu absurdamente.

O Buscar Saúde trouxe este artigo completo falando sobre as principais lesões no skate, visando explicar quais cuidados tomar e quais os riscos de andar de skate sem o devido cuidado.

Skate: A origem

O skateboarding é um esporte com origem Norte Americana, mais precisamente na Califórnia. O surgimento aconteceu na década de 60, sendo uma alternativa encontrada pelos surfistas para se divertir nos dias de mar flat, que é o nome dado para o dia em que o mar está sem ondas.

Portanto, o skate surgiu como uma forma de “surfar” no concreto! De acordo com alguns relatos, o primeiro nome dado para este novo equipamento foi sidewalk surf, mas posteriormente acabou ficando mundialmente conhecido como skateboarding.

O sucesso foi tão grande que não demorou muito para o skate chegar ao Brasil, e isso aconteceu ainda na década de 60, trazido justamente pelos surfistas californianos. Entretanto, foi apenas na década de 70 que o skate brasileiro começou a se desenvolver melhor, pois foi quando criaram os primeiros campeonatos locais.

A título de curiosidade, a primeira pista de skate no Brasil foi construída nos anos 70, e a cidade que ficou marcada por este marco que só seria notado no futuro, foi Nova Iguaçu que fica no estado do Rio de Janeiro!

De lá para cá muita coisa mudou, o skate se tornou um dos esportes mais praticados no país, e no ano de 2021 este esporte finalmente estreou nos Jogos Olímpicos do Japão. Aqui no site já fizemos um artigo completo mostrando os benefícios de praticar skate, o que explica facilmente porque cada vez mais crianças, jovens e adultos estão começando a andar de skate, vale a pena ler.

Crianças podem andar de skate?

Saiba porque o skate é considerado como um esporte perigoso!

Lesões no skate

O skate é considerado um esporte radical e não é para menos! As manobras exigem movimentos incríveis, mas isso acontece em praticamente todas as modalidades esportivas não é mesmo?

Sempre falamos aqui no Buscar Saúde sobre a importância de contar com a orientação de um profissional de Educação Física, principalmente quando se está iniciando uma nova modalidade.

Isso é fundamental, pois estes profissionais podem identificar possíveis erros que podem causar lesões graves. Felizmente já existem vários educadores físicos que são praticantes de skate, ou seja, você pode iniciar no esporte com segurança, afastando os riscos desnecessários!

Porém, sabemos que em qualquer esporte existe o risco de lesões, e por isso queremos deixar você informado sobre as principais lesões no skate e explicar a melhor formar de tentar evitá-las. Confira atentamente a lista abaixo:

Como evitar as lesões no skate?

Zerar totalmente as chances de lesões é impossível, mas temos várias formas de reduzir ao máximo os riscos desnecessários! A primeira dica é respeita o seu limite e não ficar se comparando com outros skatistas.

Quando alguém está praticando uma manobra mais difícil e em um obstáculo mais perigoso, é necessário entender quanto tempo de prática essa pessoa tem, além é claro de entender a individualidade biológica de cada um.

Quando um skatista novo tenta um movimento novo sem muita noção e sem muita orientação, as chances de ter uma lesão grave são altíssimas. O resultado disso é se afastar do esporte, e os pais certamente vão chamar o skate de perigoso demais.

Utilizar equipamentos de proteção

Apesar de não ser uma cena vista com muita frequência, o uso de equipamentos de proteção como capacete, joelheira e cotoveleira é muito importante para evitar várias lesões enquanto tenta as manobras no skate.

Felizmente o uso de equipamento de proteção é obrigatório na maior parte das pistas de skate particulares. O que acaba passando mais segurança para os pais e responsáveis deixarem as crianças vivenciarem o skate cada vez mais jovens.

Outra ação positiva é que as escolinhas estão sempre dando oportunidade para quem já anda de skate, porque assim o skatista mais experiente pode proteger os mais jovens de situações de risco nas quais ele já vivenciou.

Como prevenir e se recuperar das lesões?

Como a principal lesão do skate é a entorse de tornozelo, basta respeitar corretamente o processo de tratamento desta lesão. Aqui no site tem um artigo completo falando como fazer isso, e olha que muita gente não faz o mínimo corretamente!

Existem também as lesões musculares que geralmente são causadas por esforço repetitivo demais, principalmente em músculos sem o devido fortalecimento muscular. É de suma importante manter o equilíbrio muscular adequado.

As lesões por impacto são inevitáveis, mas podem ser minimizadas se o skatista respeitar várias indicações de proteção. Lembre-se que quanto mais alto for o obstáculo, maior será o impacto no seu joelho, no seu tornozelo e na sua coluna.

Sendo assim, você precisa de um ótimo fortalecimento articular, além é claro de usar equipamento de ótima qualidade. Se o skate não estiver com bons amortecedores, o impacto vai todo para o seu corpo, se o tênis não for de qualidade e com ótimo sistema de amortecimento, o impacto vai todo para as suas articulações e aí as lesões são certas.

Para os pais que estão lendo este artigo e ainda estão com dúvida se devem ou não deixar os filhos andar de skate, o pensamento final que podemos deixar é que o esporte tem muito mais benefícios para oferecer do que qualquer malefício, desde que o esporte seja acompanhado de perto tanto pelos pais quantos pelos orientadores esportivos.

Dê uma olhada nesta reportagem abaixo que mostra o poder do skate como ferramenta de interação e inclusão social.

Obrigado pela leitura até aqui e queremos aproveitar para te convidar para ler outros artigos do Buscar Saúde. Aproveite para nos ajudar na divulgação, compartilhando nas suas redes sociais e convidando cada vez mais amigos e parentes para conhecer o nosso site.

Sobre o autor

Autor Bruno Almeida

Bruno Almeida é formado em Educação Física pela UFV - Universidade Federal de Viçosa. Foi aluno destaque do instituto e agora compartilha seus conhecimentos no site Buscar Saúde!

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista. Procure sempre orientação médica presencial antes de consumir ou utilizar qualquer produto ou substância terapêutica.

Deixe um comentário