Com o aumento das pessoas que frequentam academia ou praticam diversas modalidades esportivas, também há um crescimento no número de lesões decorrentes da prática destas atividades.

Estes riscos de lesões geralmente são pequenos, mas ocorrem principalmente entre as pessoas que praticam atividade física sem orientação capacitada ou realizam treinos fora da intensidade ou do padrão adequado.

As lesões afetam principalmente os joelhos e a coluna, mas neste artigo vamos falar especialmente das lesões nos ombros. Entendam quais as possíveis consequências e quais são as lesões mais comuns nesta região.

A maioria das lesões apresentadas são tratadas como lesões de musculação, mas elas podem ocorrer também em pessoas que praticam modalidades que exigem bastante movimentos de membros superiores. Lutas, vôlei, basquete, natação enfim, todos os praticantes destas modalidades citadas estão sujeitos a lesões principalmente por esforços repetitivos e realização incorreta dos movimentos.

Lesão no ombro: Quais as causas?

  • Carga excessiva de treino
  • Alongamento e/ou aquecimento inadequado
  • Volume e/ou intensidade incorreta
  • Padrão de movimento inadequado
  • Período de recuperação insuficiente
O que causa lesão no ombro?

Quais as principais lesões nos ombros?

Lesão no ombro: Quais as mais comuns?

Na continuação do artigo vamos apresentar as principais lesões no ombro e todas as consequências. Vejam como elas podem ser evitadas e quais são os tratamentos e prevenção para as lesões apresentadas.

Ombro do halterofilista

  • Esta lesão é causada por uma execução errada nos exercícios para ombro e peito, provocando uma sobrecarga na escápula. A força inadequada exercida é transmitida para a articulação acromioclavicular, causando irritação e desgaste da cartilagem da clavícula. Se este problema não for tratado corretamente, poderá resultar em uma artrite.

Síndrome do impacto

  • Esta lesão pode ser causada por um acúmulo de ações excessivas ao longo dos treinos ou por um intenso trauma durante o levantamento de peso. Os principais erros ocorrem nos exercícios de peito e ombro. A melhor forma de saber se você tem este problema é através de uma avaliação médica, mas quando a pessoa perde a força durante a realização de atividades mais simples, este pode ser um sintoma desta síndrome.

Luxação do ombro

  • A luxação do ombro geralmente é decorrente dos excessos de carga nos exercícios. Nesta lesão o ombro se desloca saindo do lugar e em alguns casos ele volta novamente sozinho, mas neste curto período fora do lugar, ele causa uma dor muito intensa. Caso o ombro não volte para o lugar, é necessário buscar uma orientação médica para fazê-lo. Em casos menos frequentes, esta lesão pode afetar também o ligamento do ombro.

Lesão no ombro: Qual o tratamento?

Os tratamentos para estas lesões são simples! O primeiro passo é sempre o afastamento dos treinos até se recuperar totalmente. A maioria dos casos requer apenas um tratamento a partir de medicação, mas em alguns casos específicos, há a necessidade de uma intervenção cirúrgica. Geralmente estes quadros só ocorrem quando a pessoa não trata o problema logo no início.

Lesão no ombro: Como evitar?

A melhor forma de evitar estas lesões é controlar corretamente os treinos. Jamais fuja do planejado e respeite o volume e intensidade determinados. As pessoas cometem erros pela falta de paciência e querem evoluir rapidamente. Com isso, elas tendem a forçar cargas que o corpo ainda não está apto a receber.

Outro erro comum é realizar treinos por conta própria. Isso certamente faz com que as chances de lesões sejam bem grandes. A pessoa sem capacitação não tem o conhecimento suficiente para determinar a carga correta e principalmente, ela não sabe como detectar e corrigir os erros nos padrões de movimento.

Por fim, sempre alertamos sobre os riscos de iniciar qualquer atividade física sem a liberação médica. Realize todos os exames necessários e só comece a se exercitar depois de obter a liberação. Desta forma, você começa corretamente e evita riscos desnecessários.

Aviso legal

O conteúdo deste site tem caráter apenas informativo. NÃO receitamos ou prescrevemos substâncias ou tratamentos. NUNCA faça tratamentos ou utilize substâncias sem a indicação de um médico especialista.

Deixe um comentário

  • (não será divulgado)